O ELO MATERNO

O Elo Materno é a Ligação mais profunda e amorosa entre todos os elos existentes. Por isso a dor e a saudade da ausência do(a) Filho(a) que partiu doe e machuca o coração de uma mãe. Este Elo foi quebrado e como emenda-lo?
Quando nossos Filhos se vão, como continuar viver a vida? Quanto tempo precisamos para nos fortalecer? Dor e saudade será que poderemos supera-las? Existem outras pessoas que dependem de nós? O que mudou em nós? São perguntas que precisam de respostas, e só o tempo nos dará...

PESQUISAR NESTE BLOG

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

O PAI QUE CHORA EM SILÊNCIO

Os pais, quem disse que eles não choram, não sentem dor, não sentem saudade e não são tomados por uma tristeza no coração? Vivemos numa sociedade onde os homens são ensinado a não chorar, são criados ouvindo "homem que é homem não chora"eles tem sentimentos tanto quanto nos mulheres, só não expressam da mesma forma que nós expressamos.

No momento que meu esposo percebeu o que estava acontecendo me disse: "o Mateus não estar mais entre nós", os seus olhos estavam cheios de lágrimas ao mesmo tempo que o coração gritava: "meu Filho", estava agoniado tanto quando eu, olhou para mim e completou: "o Mateus está no fundo do lago", meu coração gritou junto com dele eu disse a ele: "não diga isso amor, ele é nosso Filho, isto não esta acontecendo", ele disse:"cadê o nosso menino", começou andar até o final do lago procurando por algum sinal, mesmo não vendo nada, nem sinal do Mateus e do Kaik. No dias em que os bombeiros tentavam resgatar o corpo do nosso Filhote Mateus ao final de cada busca,  ao voltarmos para casa, com lágrimas nos olhos, ele batia no volante do carro e dizia: "mais uma vez Senhor, sem o meu menino, sem o meu garoto eu volto pra casa", neste momento eu via o pai que chora  em silêncio.  
Nossos amigos vinham em casa em busca de informação sobre o ocorrido, ele sempre falava, eu às vezes completava com alguma coisa, quando eu percebia que ele parava dizendo baixinho: "meu menino, é o meu menino", as lágrimas enchiam os seus olhos, antes de chegarem face do seu rosto, ele enxugava com as mãos e por um momento ficava em silêncio, paralisado, petrificado em choque.
Estávamos sempre um ao lado do outro, em momentos como este, eu segurava a sua mão, e juntos estávamos como um só, na mesma dor, na mesma tristeza, na mesma saudade, na mesma agonia e no mesmo luto. Não havia diferença entre pai e mãe, havia somente dois corações feridos chorando pela ausência do Filho Amado que partira prematuramente de forma inesperada de nossa vida. 
Sei que meu esposo teve o seus momentos de choro desesperador como eu, e iremos continuar a ter. 
Sei que ele sente saudade tanto quando eu sinto. 
Sei que a tristeza em seu coração permanecerá tanto quanto a minha. 
Sei que sua dor não é maior ou menor que a minha
Sei que os seus porquês? não terão respostas como os meus. 
Sei que suas lembranças estarão em sua memória tanto quanto as minhas. Porque ele é Pai, como eu sou Mãe, ele viveu seus momentos como eu vivi os meus com o nosso Filhote, aliás com todo o nosso Amor e Carinho nosso Amado (nosso Teteu, nosso menino, nosso garotinho, nosso Teteleco)doces apelidos que demos a nosso Filhote deste pequenino.
Ele abraçou, ele riu, ele chorou, ele cuidou, criou o hábito de levar e buscar o Mateus deste pequeno ao colégio, ao curso de Inglês, ficava atendo com Mateus indo para academia sozinho, mesmo sendo tão próximo de casa, torciam para o mesmo time "santos" cada jogo assistido por eles a cada gol era um beijo, um abraço, um tocar as mãos, um pegar no colo, imagina meu esposo pegando o Teteu no colo, o Mateus estava do tamanho do pai, só faltava peso. Estas e outras cenas eu presenciei várias vezes entre eles, o brilho nos olhos, o sorriso nos lábios pela vitória do time, a exclamação de ambos numa só voz "saaaannntos", as vezes a tristeza pela derrota do time, entretanto expressava o seu orgulho pelo nosso Filhote.
E muitos, muitos, muitos outros momentos intensos que eles viveram juntos, deste o nascimento do Mateus até seus instantes finais ao nosso lado, são momentos inesquecíveis que pertencem a eles (Pai & Filho) únicos em companheirismo e cumplicidade...
O tempo não fará esquecer, o que eles viveram juntos, as pescarias quando o Teteu pescou seu primeiro peixe. As partidas de futebol quando o Teteu fez seu primeiro gol, a de truco quando o Teteu ganhou a sua primeira de partida de truco como seu parceiro. E quando na Maternidade do Hospital São Francisco de Assis em Tupã, pegou o Mateus no colo pela primeira vez com um sorriso de felicidade e orgulho dizendo: "meu Filho como é lindo, o meu menino é bonito"quando ele levou o Mateus nos seus primeiros dias no Jardim da Infância, eles saiam de casa, com o nosso (Teteu) em seus braços, eles iam bem agarradinhos um no outro, do portão eu ficava observando o seu carinho, a sua proteção e os seus cuidados, enfim tudo, tudo, tudo mesmo... 
Os pais sofrem sim, tanto quanto nós mães sofremos pela partida prematura dos nossos Filhos, dentro deles tem um coração sangrando, doendo, saudoso e triste pela Ausência do Filho que partira de sua vida, dos seus braços paternos, do seu amor incondicional de pai.

HOMENAGEM DA ESCOLA DE INGLÊS WIZARD AO NOSSO QUERIDO E AMADO FILHO MATEUS
O Mateus havia concluído com êxito o primeiro módulo do curso de inglês no dia 18 de Novembro de 2010, dois dias antes dele partir. Fomos a escola fomos recebidos com muito afeto, todos estavam solidários. 
DIA 18 DE DEZEMBRO DE 2010 - Apesar da dor, da saudade, da tristeza e do luto, com muito orgulho recebemos o Certificado Wizard e a homenagem que seus professores e colegas fizeram a ele, meu esposo muito emocionado conseguiu dizer algumas palavras para os ouvintes. 

Todos estavam muito emocionados e solidários, ainda era visível a tristeza pela partida do primeiro aluno do grupo que se formou com êxito, com excelência e por mérito. Um minuto de silêncio se fez e todos fomos tomados pelas lágrimas que desceram dos nossos olhos expressando a dor pela partida do meu Filhote em nosso meio.
"O Pai que recebe a Homenagem pelo Filho do Curso de Inglês. Expressa todo o seu  Amor e Carinho ao falar do Filho Amado. Diante dos ouvintes senti Orgulho e se emociona ao lembrar do Filho Amado ...".

OBS: Dedico essa postagem aos Papais Enlutados em Especial ao meu esposo Valdeni, que juntos teremos que aprender a viver com Ausência do nosso menino, do nosso garotinho, do nosso Querido e Amado Filho Mateus.
Os momentos que o meu esposo Valdeni e o meu Filho Mateus viveram juntos, Pertencem a eles e a ninguém mais... 
Eles são Únicos Pai & Filho ...


Que o Senhor Deus no Seu Infinito Amor Paterno, console e conforte cada pai, envolvendo com Sua Presença, os abraçando e sustentado com Sua Força, acalentando e derramando o Seu Bálsamo para curar a ferida aberta em cada coração paterno.

A TODOS OS PAIS ENLUTADOS ABRAÇOS FRATERNOS DE MÁRCIA SANTOS E FAMÍLIA.

Obs: Esta postagem foi postada em 30/03/2011, devido os pais que  se identificaram com ela, demostrando carinho e encaminhando e-mails, resolvi  posta-la novamente.






3 comentários:

  1. Minha querida Márcia como você me surpreende a cada dia, se deixando ser usada pela Inspiração que o Senhor Deus concedeu, retratar a dor de um pai, as primeiras cumplicidades do companheirismo com seu filho. Você me trouxe as lembranças do meu filho Samuel, assim como seu esposo eu vivi momentos maravilhosos e você me trouxe tudo de volta, fazendo me lembrar que não importa o tempo, ele nunca nos fará esquecer. Seu Grande Amigo e companheiro de dor Jorge.
    Você e esse Deus Tremendo faz este blog ficar cada vez mais lindo de ler, nos levando ao Reino dos Céus, antes mesmo de estarmos lá. que Deus continue de conduzindo e te usando para nos trazer um pouco de conforto e de tudo que os nosso filhos o meu Sam e o seu Teteu são para nós. Abraço minha amiga e companheira.

    ResponderExcluir
  2. NOSSA MÁRCIA, EU E MEU ESPOSO AMOU ESTA POSTAGEM, ELA É LINDA, NOSSO FILHO MARCELO PARTIU HÁ 3 MESES DE LEUCEMIA IRIA COMPLETAR NO DIA 20 DE JANEIRO 18 ANOS, FICAMOS EM CHOQUE, E PROCURANDO ALGO DO QUAL NOS IDENTIFICÁSSEMOS ACHAMOS SEU BLOG E JÁ LEMOS TODAS AS POSTAGENS. HOJE RESOLVI POSTAR UM COMENTÁRIO, NÃO SEI NEM SE VOCÊ IRÁ LER. MAS QUERO DEIXAR CLARO QUE TE ADMIRO, POR SE DEIXAR SE ENVOLVER COM ESTE NOSSO MUNDO ONDE SÓ HÁ DOR, SAUDADE E TRISTE, VOCÊ NOS CONFORTA TRAZENDO DEUS EM NOSSAS VIDAS E NOS PREPARANDO PARA VÊ-LOS NA ETERNIDADE COMO VOCÊ COSTUMA DIZER O NOSSO PAI CELESTIAL E NOSSO FILHOS AMADOS, MEU NOME É ELISA

    ResponderExcluir
  3. Lembro-me quando meu filho partiu, a dor que sentimos, perdemos o chão, ficamos sem rumo e tudo perdeu a beleza e a razão de ser. Ainda doe, doe mais ainda quando me lembro do meu filho, penso nele todos os dias não consigo evitar, os anos passaram e eu continuo amando e desejando que nele estivesse aqui comigo. Não conseguimos desfazer dos seus pertences apesar de completar 2 anos, meus familiares e amigos dizem que estamos apegados a isso. Mas os pertences do meu filho é tudo que nos resta. Linda homenagem Márcia que você fez ao seu esposo e ao seu filho, Deus abençoe a sua vida, sua filha e seu esposo dando conforto em vosso coração.

    ResponderExcluir

MÃES E FILHOS ELO ETERNO

Loading...

CONTATOS FEITOS POR:

Telefones: (011) 5928-7080 ou (011) 98939-3955
Email: marushasantos@uol.com.br