O ELO MATERNO

O Elo Materno é a Ligação mais profunda e amorosa entre todos os elos existentes. Por isso a dor e a saudade da ausência do(a) Filho(a) que partiu doe e machuca o coração de uma mãe. Este Elo foi quebrado e como emenda-lo?
Quando nossos Filhos se vão, como continuar viver a vida? Quanto tempo precisamos para nos fortalecer? Dor e saudade será que poderemos supera-las? Existem outras pessoas que dependem de nós? O que mudou em nós? São perguntas que precisam de respostas, e só o tempo nos dará...

PESQUISAR NESTE BLOG

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

DIMENSÃO DO MEU LUTO

20 DE AGOSTO DE 2014 - Começou e terminou mais um mês. Mais um mês que me distância daquela triste partida meu Filhote, a qual nunca me despedi de você, nem mesmo quando vi aquela enorme caixa descendo para dentro da terra com o teu corpo o qual eu cuidei deste o dia da tua concepção. São exatamente quarenta e cinco meses de extrema saudade. Eu sei que será sempre assim - Começar e Terminar meses e meses sem você, até que comece e termine mais um ano. Realmente só Deus para me capacitar, me fortalecer e me sustentar enquanto eu viver.
Como sentimos a tua falta. Sabe Filhote é impossível não te mencionar em determinadas situações que nos encontramos, é incrível como papai, kekel e eu podemos deduzir o que você faria se conosco estivesse, acredito que seja porque te conhecemos muito mais do que qualquer outro ser humano da face da terra. 
Sabemos o quanto você sabia das indiferenças e muitas vezes da frieza de alguns e nem tanto sempre tratou todos com amor e respeito.
Filhote... Ah! meu Teteu minha dádiva preciosa que saudades, muitas saudades, queria poder conversar e compartilhar tantas coisas com você (...) Como sempre fizemos...
Sei que papai sente tanta saudades e a tua falta, as vezes ele expressa algo tipo assim: "da outra vez eu fiz porque Teteu me ajudou; Se o Teteu estivesse aqui já estaria pronto; o Teteu é quem fez"  . E a sua irmãzinha Filhote sempre comenta algo que vocês faziam juntos; "sabe mamãe eu e Teteu fazíamos isto ou aquilo; mamãe certa vez o Teteu fez um lanche assim; mamãe eu e o Teteu brincávamos disto ou daquilo". Sempre você, e provavelmente será sempre assim, alimentaremos a nossa saudade por você com os teus feitos entre nós... Isto é a dimensão do meu luto.
DIMENSÃO -  Na matemática é a noção de grau de liberdade, na física são parâmetros utilizados para descrever os fenômenos observados no espaço de três dimensões. Bem isto mesmo, quando me refiro a DIMENSÃO da matemática e da física. Mas eu quero ir além disto. Quero fazer um a comparação dimensão entre a noção da matemática e da física com o meu Luto Interno.
DIMENSÃO DO MEU LUTO - Sim, falo  comparando do tempo decorrido da minha vida  - A) antes do meu Filho; B) com o meu Filhote e C) após a sua partida (sem o meu Filhote)
Minha vida tinha um objetivo diferente do que tem hoje. Então, são duas faces da minha vida vividas; B) uma completa e repleta de alegria e realizações, a outra C) realizações e alegrias mas não repleta, pois não me sinto completa, uma vez que não face A) não sabia o que era ser mãe e os prazeres da maternidade e da alegria proporcionada de acompanhar o crescimento evolutivo de um ser que nasceu de mim, veio a para este mundo, e dos dissabores de ver este ser tão amado partir deste mundo.
Pode parecer estranho, mas não é. O fato de vê-lo partir antes de mim desfazendo todos os meus sonhos e meus propósitos em sua vida, do planos que fizemos juntos e que nada seria concretizado ou realizado. Tudo acabou no dia 20 de novembro de 2010, causando me uma grande frustração por saber que nada que estava previsto para o meu Teteu iria se cumprir nesta vida e, o pior foi ficar sem ele e ter que continuar firme e forte por causa de outros entes queridos tão queridos por mim como o meu Filhote o é (meu esposo e minha filhota); continuar por eles que precisam de mim o tempo todo, continuar por causa do meu meu amor pelo meu filhote, continuar por amar a Deus acima da minha dor sentida, continuar sempre continuar. 
E algumas pessoas não sabem como é continuar a vida sem a presença de um ser amado(filho), não sabem, apenas deduzem e deduzem erroneamente por não conhecer a profundidade  do nosso sofrer dentro do nosso ser, e precisamos ainda sim continuarmos, alimentando o amor que sentimos por aqueles que amamos independentemente da ausência ou da presença em nossa vida.
E neste continuar, vou vivendo procurando me ocupar de todas as formas possíveis, e por mais que eu ocupe não tem jeito em algum momento lembro do meu Filhote desejando ardentemente tê-lo próximo de mim. Não consigo coloca-lo no passado da minha vida, isto não funciona com Pais Enlutados pelos seus Filhotes. 
Acredito que esta seja a nossa dimensão entre a realidade que vivemos e o que já foi vivido, como também o que desejamos para viver, mesmo cientes que eles vivem em outra dimensão tão melhor da que vivemos e muito mais harmoniosa por causa da verdadeira natureza do espirito, sim, no céu não há sangue e nem carne, somente o "espirito do homem" que foi Deus que nos deu ao soprar o folego de vida em um simples barro de terra.
Desta forma temos três dimensões distintas em nossa face de vida passado, presente e o futuro. Passado tudo que vivemos intensamente ao lado dos nossos Filhotes - Presente tudo que queremos viver ao lado deles, contudo sem eles, é aqui que no presente real de nossas vidas trazemos o passado para não sucumbimos a total ruína - Futuro é que desejamos viver com eles, mas não será neste mundo e sim em outro mundo o qual chamamos de céu.
Eu acredito que no momento certo para vivermos o futuro estaremos todos juntos novamente, leve o tempo que for, acontece seja lá o que for, o que precisamos e ter fé,confiança e amor sempre.
A FÉ PRECISA ESTÁ CONSTANTEMENTE ATIVA - A fé que agrada a Deus é muito mais do que apenas pensamentos ou aceitação mental certa das coisas que se esperam, mas de fatos que não se veem. 
A ESPERANÇA CONSTANTEMENTE FIRME -  Não podemos vacilar a confiança em Deus, temos que resistir nas horas de provações da dor, da saudade e da tristeza e tentações de blasfêmia do agir de Deus ao tomar nossos Filhotes para Si. 
O AMOR SERÁ SEMPRE SACRIFICIAL - É o mais importante dos sentimentos. O amor exige abnegação colocando outras pessoas que amamos acima dos nossos próprios interesses, pelo prazer de vê-las felizes. Sendo assim: Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor - 1º Corintios 13:13.  
E nesta visão, o nosso amor pelos nossos Filhotes é o que nos faz prosseguir, porque temos a fé e a esperança que haverá o REENCONTRO, não sabemos quando e nem como será, mas temos a certeza dentro de nós que haverá. 
E isto basta para que possamos suportar toda a nossa saudade imensa pelos nossos Filhotes. Porque sabemos que um dia ela cessará e nunca mais terá espaço em nossas vidas; não haverá mais a DIMENSÃO que nos separou de forma bruta, ocasionando uma ruptura violenta e prematura em nossa ligação como Mães e Pais, tão inaceitável e inconformável dentro de nós. O que ela nos causou? Qual é o tamanho do estrago? Dos destroços que aos poucos fomos reajuntado como um quebra cabeça que não tem uma solução, uma resposta convicta e certa para o que houve. Isto não é compreendido por nenhum ser que não esteja passando o que já passou pelo que estamos passando e com certeza nunca será. É impossível.
REFLEXÃO MÁRCIA SANTOS - Não sou um exemplo a ser seguido pois cometo falhas, porém a partida do meu Filhote prematuramente em minha família, tem feito me a cada dia refletir o quanto eu preciso ser mais humana, preciso ser mais compreensiva, preciso ser paciente, preciso ser fervorosa, preciso ser caridosa, preciso ser o que não souberam ser quando eu precisei, preciso deixar o meu obro amigo a disposição daqueles que neles precisem chorar, preciso dar um abraço do que dizer mil palavras, preciso de ter fé, preciso de ter esperança e acima de tudo preciso de ter muito amor - preciso eu só preciso e sei que com Deus em minha vida atuando a todo o tempo eu serei suprida e poderei de alguma forma ser o suprimento da necessidade de alguém em sua aflição.
É fato que por mais dolorosa que seja a minha caminhada, sei que Deus estará comigo, Ele é meu Pai e nunca me desamparará. Olhemos para cada um de nós e vejamos; somos Pais e não deixamos de amar os nossos Filhotes por causa da ausência deles em nossas vidas, pelo contrário, esta ausência nos faz amo-los cada vez mais intensamente e incondicionalmente. Porque somos Pais.
"O Senhor te abençoe e te guarde; faça resplandecer o seu rosto sobre ti e te conceda graça; o Senhor volte para ti o seu rosto e te dê paz hoje e sempre"- Números  6:24 ao 26
ABRAÇOS FRATERNOS AOS SEGUIDORES E LEITORES EM ESPECIAL AOS PAIS ENLUTADOS DE MÁRCIA SANTOS E FAMÍLIA.

MÃES E FILHOS ELO ETERNO

Loading...

CONTATOS FEITOS POR:

Telefones: (011) 5928-7080 ou (011) 98939-3955
Email: marushasantos@uol.com.br