O ELO MATERNO

O Elo Materno é a Ligação mais profunda e amorosa entre todos os elos existentes. Por isso a dor e a saudade da ausência do(a) Filho(a) que partiu doe e machuca o coração de uma mãe. Este Elo foi quebrado e como emenda-lo?
Quando nossos Filhos se vão, como continuar viver a vida? Quanto tempo precisamos para nos fortalecer? Dor e saudade será que poderemos supera-las? Existem outras pessoas que dependem de nós? O que mudou em nós? São perguntas que precisam de respostas, e só o tempo nos dará...

PESQUISAR NESTE BLOG

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

RESTITUIÇÃO

20 DE DEZEMBRO DE 2013 - Mais um mês se completa ao todo são trinta e sete meses e com ele chega também o Natal e o Ano Novo etapa final de mais um ano sem meu Filhote. É tão inacreditável que o tempo tenha passado aconteceram tantas coisas; precisei me adaptar a cada nova situação que surgia à medida que o tempo avançava, precisei fazer escolhas, precisei querer viver, precisei e preciso tanto de Deus e do seu Poder para reger a minha vida. 
Eu não sei até onde é possível compreender  ou entender que o tempo me permitiu evoluir, me proporcionou o crescimento e amadurecimento. Permitiu conhecer o lado da mais profunda dor que um ser humano possa aguentar e contudo sobreviver com força de vontade para viver. 
Meu Filhote amava à vida e tudo que ela poderia lhe oferecer e a partir deste momento que eu pude tomar ciência disto, eu voltei amar a vida.
Entre tantas coisas que eu descobrir neste processo de luto interno: Sabe o que mais gosto em mim? É o meu coração. Não é porque ele me faz viver, é que nele posso guardar as pessoas que eu amo e leva-las comigo para onde eu for. 
Este foi o jeito que eu encontrei para ser feliz, não preciso esquecer as pessoas que eu amo intensamente por elas não estarem presentes em minha vida em tempo real. Meu Amor por elas é irrevogável. É o Amor que permanece para sempre. Hoje eu posso falar delas sem chorar lágrimas de dor pelo meu Filhote, minha mãe, minha sogra e minhas tias, as lágrimas que escorrem dos meu olhos são saudosas. 
E agradecer a Deus por ter-las em minha vida por um tempo determinado pela sua vontade divina: "Este é o meu consolo no meu sofrimento: A tua promessa dá-me vida" - Salmos 119:50 
RESTITUIÇÃO - Vem do latim restitutio de restituere, ou seja, restituir, restabelecer, devolver. Significa o mesmo que restabelecimento, reintegração, reposição ou recolocaçãoDe modo a devolver, dar de volta ou recolocar a coisa em mãos de seu legítimo proprietário. Deus nos concede algo novo por aquilo que levou para si. Deus trabalha em nossas vidas o tempo todo de maneira diferente do que esperamos e desejamos. 
Quando Teteu partiu achei que era chegado o meu fim. Minha vida não tinha mais sentido de ser, minha Filhota e meu Esposo pareciam que não tinham valor algum. Em meio a tanta dor, sofrimento e sentimentos que afloraram com tamanha força dentro de mim, situações que jamais esperei viver... Meu Deus! 
Contudo estou sobrevivendo - E cada dia tenho percebido que é preciso continuar. É preciso seguir, não é fácil, nunca será porque não somos mais os mesmos de antes. 
Houve uma mudança repentina em nossas vidas e precismos de tempo para processar todo o luto que estamos vivendo. É claro que cada um terá o seu próprio tempo.
É preciso entender que há dois tempos correndo juntos: o tempo do relógio e o tempo interno de cada um. Estes tempos nem sempre são coincidentes. O tempo do relógio marcará as horas, os dias, as semanas, o mês e os anos; mas o tempo de dentro tem uma marcação diferente. Ele anda conforme as sensações e sentimentos de cada um; por isso o tempo do luto é diferente para cada pessoa. 
Haverá dias em que a ausência dos nosos Filhos parecerá algo muito recente, algo ainda muito doído. Em outros momentos, haverá uma impressão de melhora, como se o sentimento de falta houvesse rapidamente passado. 
Sem dúvida, o tempo do relógio irá nos ajudar a entrar novamente na realidade, com o difícil encargo de aprender a convivermos com o sofrimento. Mas, como cada un de nós, ou seja, as pessoas são diferentes, vivem seus sentimentos de forma diferente, e também elaboram o luto por um(a) Filho(a) ou ente querido em tempos diferentes e de forma muito pessoal.
Apesar do tempo que passou da partida do meu Filhote ainda existem pessoas que dizem: Márcia é preciso esquecer o passado para ser feliz”. Eu digo a elas: “Não posso esquecer o passado. É o passado que me faz viver, nele eu sou feliz e trago para o meu presente toda a minha felicidade. Esquecê estarei esquecendo o meu Filhote e tudo que vivemos juntos, e isto eu não quero, ele faz parte de mim, da minha vida e da minha história.
As pessoas pensam ou deduzem que vamos ser felizes se esquecermos o passado, sabemos que não é bem assim, há muita dor, mas também há muito amor e não podemos aniquilar o nosso passado por causa da dor sentida pela partida dos nossos Filhotes e de Entes Queridos. Alguém pode esquecer um(a) Filho(a)? Digo mil vezes que não.
Para Mães e Pais Enlutados isto é impossível. Não se tratar de antigos conflitos familiares, antigos trabalhos sem sucessos, antigas paixões, antigas desilusões e rivalidades por parte de certas pessoas - Se refere ao nossos Filhos seres que vieram através de nós. Infelizmente há pessoas que não conseguem discernir e costumam generalizar tudo desta forma. 
Enfim, Deus não me permitiu estacionar na vida esperando o fim chegar. Ele me RESTITUIU. 
É isso mesmo. Somos restituídos por Deus de uma forma ou de outra. Quando buscamos o alivio da dor encontramos força e consolo e ao poucos seu amparo vai nos envolvendo e despertando para algo que anterior a partida dos nossos Filhos não pensávamos em fazer.
Em meu caso Ele não me concedeu outro Filho por saber que nenhum outro substituiria o meu Teteu, outras coisas foi  sendo acrescentada em minha vida ao tempo que a dor ia me calejando.
Ele foi me inflando a medida que fui deixando e quando eu percebi estava me socializando novamente, me reintegrando - me comunicando, me restabelecendo - me restituindo, me dando de volta a vida e tudo que ela pode me oferecer. 
E continuar é questão de Amor além de Honra o cumprimento dos meus dias aqui na terra, ao se cumprir me aproximo da Vida Eterna, dádiva preciosa que jamais abrirei mão em momento algum da minha vida.
Tem um louvor do Grupo Toque no Altar que mudou o nome para Trazendo a Arca, chama-se: RESTITUI. Eu quero compartilhar trechos deste louvor com se fosse uma oração.
Senhor meu Deus e meu Pai Celestial, Senhor de tudo que eu tenho no céu e na terra.
Senhor Amado/ Os planos que foram embora/O sonho que se perdeu
O que era festa e agora/É luto do que já morreu
Não podes pensar que este é teu fim/Não é o que Deus planejou
Levante-se do chão erga um clamor 
Restitui/ Eu quero de volta o que é meu 
Sara me/ E põe teu azeite em minha dor
Restitui/E leva me às águas tranquilas
Lava-me/Refrigera minh'alma / Restitui
Que o teu Poder me alcance neste momento e restitua o meu ser, o meu viver em Nome do Senhor Jesus Cristo Teu Filho Amado - Amém

NATAL E ANO NOVO - São datas que significam para mim FAMÍLIA UNIDA, talvez para muitas Mães e Pais Enlutados que agora sentem a falta de seus Filhos Amados e ao ver que há um lugar na mesa desocupado e mesmo que alguém venha sentar-se não será a mesma coisa - nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia - nada é igual como antes, as lembranças que nos invadem... Tantas coisas para nos desvencilharmos como é doido, como nos machuca, como ficamos sensibilizados e fragilizados e por mais que eu tente falar ainda faltará palavras que possam expressar o que sentimos. 
Mas temos que aguentar firme por Amor aos nossos Filhos que esperam que prosseguimos vivendo estas datas entre outras sem a presença de cada um em nossas vidas, mas com eles dentro do coração.
O que dizer de cada Ano Novo? Que temos expectativas como todas as pessoas deste mundo. Que temos objetivos. Que temos alvos e metas para alcançarmos. Que temos sonhos e quantos sonhos. Que temos esperança de dias melhores. 
Que temos fé e confiança em Deus, tudo esta sobre a sua vontade Divina operante em nossas vidas. 
Que temos muito amor e que ainda continuaremos amando os nossos Filhos como qualquer Mãe ou Pai que ame seus Filhos. Que iremos viver dia-a-dia a cada minuto dando o melhor de nós, dando valor merecido as pessoas que amamos por saber da dor que sentimos quando se parti.
Apesar da saudade e da falta dos nossos Filhos o nosso Amor que sentimos será bem maior que qualquer sentimento em nós. E que em cada Ano Novo em nossas vidas teremos que ser corajosos para lidar com a data da partida dos nossos Filhotes e as demais coisas, só nós sabemos como é crucial, que mesmo assim pessoas irão ignorar qualquer aspecto por estarem rindo e felizes enquanto estaremos com os nossos corações apertados e comprimindo o ar que respiramos. 
Mas em tudo Deus estará conosco: "Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar" - Josué 1:9. E seja o que Deus quiser, estaremos com Ele e prosseguiremos avante.
LINKS DE OUTRAS POSTAGENS
http://maesefilhoseloeterno.blogspot.com.br/2011/12/natal-sem-chocottone.html
http://maesefilhoseloeterno.blogspot.com.br/2011/12/dia-24-de-dezembro-de-2011-vespera-do.html
http://maesefilhoseloeterno.blogspot.com.br/2012/12/a-espera.html
Eu não tenho como enumerar os fatos que me mudaram - sei que mudei - estou sobrevivendo e que sou bem mas forte do que antes da partida do meu Filhote. 
Nunca me importei com as atitudes de friezas e de indiferenças das pessoas no meu luto interno e agora muito menos me dou o trabalho de me importar. Elas não tem nada para me oferecer, nada que eu possa aproveitar. 
Hoje percebo o quanto são vazias de Amor de calor humano, vivem debaixo de um falso moralismo religioso que só servem para o próprio ego. Que pena (...) lamentavelmente é uma pena, elas poderiam fazer a diferença e não fizeram. 
Porém, outras pessoas enviadas por Deus as quais jamais imaginei se aproximaram e fizeram a diferença no entender, na compreensão, no amor e no calor humano e juntos construímos um elo indestrutível aprendemos, choramos e crescemos juntos. Eu as admiro e serei eternamente grata pelas suas atitudes para comigo e com a minha família. 

REFLEXÃO MÁRCIA SANTOS - Ao ler o livro - O Príncipe - do Autor Renascentista Italiano Nicolau Maquiavel - Niccolò di Bernardo dei Machiavelli (Florença 3 de maio de 1469 - 21 de junho de 1527)foi um  poeta, historiador, diplomata, músico e mais do que isso um pensador e o fundador da ciência política moderna, eu consegui entender perfeitamente o que o autor quis dizer sobre a natureza humana.
Ele descortina sobre o comportamento do príncipe em relação à natureza humana e à necessidade das virtudes: Há uma dúvida se é melhor sermos amados do que temidos, ou vice versa. Deve-se responder que gostaríamos de ter ambas as coisas, sermos amados e temidos; mas como é difícil juntar as duas coisas, se tivermos que renunciar a uma delas, é muito mais seguro sermos temidos do que amados [...] pois dos homens, em geral, podemos dizer o seguinte: eles são ingratos, volúveis, simuladores e dissimuladores; eles furtam-se aos perigos e são ávidos de lucrar. Enquanto você fizer o bem para eles, são todos seus, oferecem-lhe seu próprio sangue, suas posses, suas vidas, seus filhos. Isso tudo até o momento que você não tem necessidade.
Mas quando você precisar, eles viram as costas [...] Os homens têm menos escrúpulo de ofender quem se faz amar do que quem se faz temer. Pois o amor depende de uma vinculação moral que os homens, sendo malvados, rompem, mas o temor é mantido por um medo de castigo que não nos abandona nunca (MAQUIAVEL, 1996, p. 17).
Pelos acontecimentos ele diz: "Para dizer o que vai acontecer, é preciso entender o que já aconteceu." Embora tenha vivido num medieval anterior ao  tempo moderno o que foi dito serve plenamente aos dias atuais, o comportamento da humanidade continua o mesmo. 
Não espere reconhecimentos das pessoas pelos teus feitos, algumas nem ficarão feliz por você esta sobrevivendo ao luto interno, viva cada dia intensamente procurando agregar valores que serão eternos, tente ser mais forte que a dor da partida, da saudade, da ausência, da depressão ou de qualquer outro sentimento que possa surgir em teu coração. Acredite no teu Amor que é puro, verdadeiro e forte pelo(a) seu(ua) Filjo(a). É ele com toda certeza que te unirá novamente ao teu(ua) Filho(a). 
Tenha confiança e acima de tudo tenha fé em Deus, podemos não vê-lo como não vemos o vento, mas podemos senti-lo como sentimos o vento, o Espirito Santo nos envolve desta forma renovando o nosso interior. Ele é algo sobrenatural que não pode ser vistos aos olhos humanos, mas é tão real verdadeiro e acolhedor em nossas vidas só nos fará bem.
Este é o meu Desejo para todas as Mães e Pais Enlutados aos leitores e seguidores do Blog Mães e Filhos Elo Eterno. Deus nos abençoe todos os dias de nossas vidas com sua Graça e Poder - Amém.

        ABRAÇOS FRATERNOS DE MÁRCIA SANTOS E FAMÍLIA 

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

IMORTALIDADE

20 DE NOVEMBRO DE 2013 – Hoje completa exatamente trinta e seis meses, ou seja, três anos da partida do meu Filhote e na verdade não sei como estou suportando a sua ausência em minha vida, a saudade sempre presente. Realmente é o Poder de Deus sobre mim, o qual me faz continuar seguindo em frente quando vou parar, se é que eu não parei de caminhar em algum momento deste caminho tão doloroso, tão saudoso e tão repleto de lembranças.
O que eu sei, é que o Poder de Deus sempre me envolve de uma forma ou de outra me fazendo caminhar ainda que em passos lentos e que a minha confiança n'Ele me faz acreditar que eu estou me aproximando do meu Filhote,  o mais importante é que eu preciso acreditar nessa razão.
Estranho eu sei, porém é normal, pois a cada dia da minha vida aqui na terra, a cada amanhecer, a cada por do sol, a cada anoitecer que se vai me trazendo um novo amanhecer meus dias são reduzidos, eu avanço na idade porque os meus dias precisam se cumprirem, porém a minha existência aqui na terra diminui, eu avanço para reta final. 
Não sei quando irei partir este momento designado pertence a Deus. 
Por muitas vezes eu tenho me perguntado: "O que eu estou fazendo para ser imortal?"  O que nos faz imortal? É o que deixamos ou como somos lembrados? Meu Filhote não precisou muito. Como diz a minha querida amiga Daniele: "que a missão do Teteu foi me preparar para poder ajudar, amparar outras mamães que passem pelo que estou passando, embora num processo adiantado no luto, estamos todas ligadas pelo Amor que é maior que a saudade e a dor da ausência que sentimos."
IMORTALIDADE ou VIDA ETERNA - É o conceito que se tem até o presente momento, de viver como uma forma de vida física ou espiritual durante um comprimento infinito ou inconcebivelmente vasto de tempo. Cada vida faz a sua própria imitação da imortalidade ou então, se tornar imortal é o custo da vida de cada um pelo que é, pelo que se faz, pelo que deixará.
Meu Filhote deixou 2356 fotos em seu computador, na época eu não sabia o porque deste feito. Após a sua partida e durante este tempo de sua ausência eu sei que estas fotos tem um sentido especial, aliás, tudo que vivemos juntos, toda a nossa história, através dos anos que seguirão em minha vida será imortal. Imortalizado em minha memória por fazer parte da minha vida, da minha história que um dia será contada, lida, mencionada ou lembrada no vindouro por alguma pessoa que leu ou ouviu em algum lugar.
IMORTAL É a qualidade, estado do que é imortal. Podemos dizer que na espiritualidade é a imortalidade da alma, ou que é perpétuo na memória dos homens. Eu prefiro esta ultima definição porque eu acredito quando amamos alguém e vimos partir, automaticamente ela se torna imortal para quem a ama. Meu Filhote se tornou Imortal para mim, cuja lembrança permanece na minha memória. E não há nada que me faça esquecê.
Não quero fazer dele um santo canonizado em minha vida, não preciso disto. Eu sei o que fui para ele e o que ele continua sendo para mim, e isto basta, embora não tenha vivido da forma que deveria ser, mas vivi intensamente o que foi determinado neste curto espaço de tempo.
Então, eu concordo com minha amiga Daniele, enquanto eu viver a minha Missão como a Missão do meu Filhote com a Força de Deus e sua Sublime Sabedoria iremos ajudar, amparar cada mãe condoída. 
Por saber o quanto as pessoas não entendem a partida prematura de um(a) Filho(a). 
Quantas dão as costas quando deveriam estender os braços para nós abraçar. 
Quantas ignoram a nossa dor e nos julgam mães depressivas, porque não conseguimos para de falar ou de mencionar os nossos Filhos ao conversarmos sobre qualquer assunto. 
Quantas pessoas dizem ser cristãos acarentado em suas vida um falso moralismo religioso que nos faltam com gesto da caridade, do amor e com a tolerância.
Quantas e quantas pessoas desconhecem tudo o que eu estou expondo, estão até sentido ironizadas pelas minhas palavras. 
Meu Deus! Quantas são as pessoas que sabem claramente o que eu estou expondo Mães e Pais Enlutados pelos seus Filhos que não tem forças para se defenderem da ignorância humana, mas que encontram em minhas palavras tudo que precisam para se fortalecerem.
Então Senhor da minha vida de tudo que eu tenho no céu e na terra, te tudo que vier a ter, eu Te agradeço por esta missão, pois através da minha dor me fizeste ser compreensiva, flexível, participativa, acolhedora permitindo ser mais humana, solidaria e muito mais espiritualista para ir além do natural do homem e sentir o sobrenatural divino do teu reino onde a Tua Presença emana sobre todos.

TRÊS ANOS SEM VOCÊ MEU FILHOTE AMADO - Aos 36 meses de pleno luto vivido pelo Meu Filhote o Senhor Deus tem me ajudado, pois sei que és fiel a sua Palavra: "... Até qui me ajudou o Senhor" -  1ª Samuel 7:12, o Senhor continuará a me ajudar, sabes o quanto eu preciso d'Ele e que estou a sua disposição. 
E por mais que eu viva a minha vida com tudo que preparou para mim, serei sempre uma Mãe Enlutada que escolheu o Amor  pelo seu Filhote para sobreviver e não a dor provocada pela partida do seu Filhote para sucumbir. Não é fácil escolher, não é fácil decidir sobre  o que fazer e nunca será para ninguém. 
Principalmente quando estamos vulneráveis, fragilizados e muito sensíveis aos nossos sentimentos e completamente expostas diante de pessoas que não estão vivendo o que estamos sentindo na pele, que faltam a compreensão e o entendimento ao conceito da partida prematura de um(a) Filho(a) amado(a). Pessoas que geralmente costumam generalizar tudo e a todos num conceito de igualdade sem a noção perceptiva que quando maior o Elo de ligação maior é a dor a ser sentida, maior é o tempo de estruturação psicológica, física, emocional e espiritual. Pessoas que sabem muito quanto se tratam deles, mas quando é com outros esquecem que pequenos gestose palavras fortalecedoras fazem toda a diferença para o momento.
Dizem que as nossas escolhas definem quem somos, eu precisei fazer as minha escolhas.
Entre tantos sentimentos que afloram em minha vida - Escolhi o Amor. 
Entre tantas as pessoas que me decepcionaram - Escolhi surpreender aparecendo quando ninguém me esperava. 
Entre tantas atitudes frias e desumanas - Escolhi se calorosa e humana. 
Entre as palavras que poderiam ferir e machucar me tornando mais frágil - Escolhi a força para suporta-las. 
Entre a descrença da minha fé pela partida do meu Filhote - Escolhi  a crença da minha fé inabalável em Deus e em suas promessas.
Entre os remédios que poderiam aclamar a minha dor, a saudade e a tristeza que me fariam dormi por períodos prolongados - Escolhi Deus para acalmar a minha dor, a saudade e tristeza estando sóbria nos períodos que fossem amenizadas.
Entre a desunião em meu lar - Escolhi a união por completa.
Entre as pessoas que distanciavam e as que chegavam - Escolhi as que chegavam e juntas criamos um vinculo inseparável, as que distanciavam nada poderiam me dar, pois não tinham nem para elas mesmas.
Entre as pessoas que cruzaram os braços para verem o meu abatimento - Escolhi estender os meus braços para que outras pessoas pudessem neles se apoiarem.
Entre o receber - Escolhi o doar, sempre me doando cada vez mais, recebendo muito mais de Deus.
Entre mostrar um sorriso camuflado em meus lábios e ser aplaudida - Escolhi deixar escorrer uma lágrima dos meu olhos e ser criticada.
Entre a intolerância do luto prematuro - Escolhi a tolerância do luto prematuro.
Entre tantas pessoas que me excluíram da vida estando ainda viva - Escolhi incluir pessoas  em minha vida para sobreviverem as suas perdas.
Entre morrer estando viva - Escolhi viver a vida e através dela alcançar a Eternidade.
Talvez as minhas escolhas não foram as melhores, mas com certeza elas me fizeram muito bem, sempre fui e serei eu mesma. Elas foram pautadas dentro do conceito que eduquei meu Filhote para sobrevivência, as opções de escolhas dentro do que ele faria se fosse o inverso. 
Se hoje eu posso esta presente em um evento familiar ou qualquer outro e em algum momento esboçar um sorriso ainda que não seja repleto de alegria e que contagie à todos, ainda que não haja plena satisfação ou contentamento, com toda certeza ele é sincero e verdadeiro. Eu sempre acreditei que quando chegasse o momento de sorrir Deus me concederia forças para isto: "Não é por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos" -  Zacarias 4:06.
Não sou diferente de nenhuma mãe e de nenhum ser humano, estou sujeita a todos os erros e acertos, posso fazer as minhas escolhas sejam elas erradas ou certas, a decisão é somente minha. O tempo não me curou e nem tão pouco diminuiu a dor, a saudade nunca me deixou mas também não me aniquilou, a ausência do meu filhote é constante e nunca foi substituída. Estes sentimentos que hoje carrego comigo de uma forma ou de outra me fizeram forte com tempo e foi para eles que não tive escolhas, pois se eu tivesse sempre iria escolher a vida do meu Filhote e trocaria a dele pela minha em qualquer situação, mas este tipo de escolha não era minha e sim de Deus. O que vai além da nossa capacidade humana pertence a capacidade divina de Deus.

23 DE NOVEMBRO  DE 2013 - Após a partida do meu Filhote é uma data que queria exterminar por me trazer momentos tristes e muitos dolorosos deixando bem claro em outras postagens já escritas. Como exterminar a minha existência? Como passar por cima de tudo que aconteceu neste dia 23 de novembro de 2010 sem ser afetada de forma tão profunda nos anos que sucederia o fechamento de uma primavera e o inicio de outra em minha vida.
Meu maior desafio não era referentes as pessoas que sabiam do ocorrido quando este dia chegasse, para algumas seria um bom motivo para não se lembrarem e não confraternizarem comigo sobre qualquer aspecto. Mas sim as pessoas que seriam inclusas em minha vida sem saber do ocorrido. 
Por mais estranho que pareça são estas pessoas que fazem a diferença em minha vida, elas me sinalizam a cada ano que a minha vida continua correndo como um rio que possui um ciclo e que algum dia irá desaguar no oceano e não poderá ser separada, porque se ajuntou as demais águas se tornando uma só. E desta forma que eu sou uma sobrevivente, me permitido ficar mais forte. Deus em sua infinita bondade e fidelidade me faz forte o tempo todo ainda que eu sinta a minha fraqueza em determinados momentos dessa correnteza. 
O que eu desejo o tempo todo é o Poder de Deus sobre a minha vida para: "Cria em mim, um coração puro, e renovar em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário " - Salmos 51:10 ao 12. Sem a Tua Presença oh! Deus, através do Teu Espirito eu nada serei.
Links das postagens anteriores do dia 23 de Novembro:
http://maesefilhoseloeterno.blogspot.com.br/2011/11/dia-23-de-novembro-o-marco-da-minha.html

 ♥Te Amo, Espírito Santo♥ - Cantora - Eyshila
     Obs:  Click no rodapé do blog para pausar musica Angel - Cantora Sarah Mclachlan

REFLEXÃO MÁRCIA SANTOS - Eu pensei que nunca mais seria possível esboçar um sorriso que fosse verdadeiro e não sorrir por um tempo. Pensei que as minhas lágrimas nunca cessariam e chorava o tempo todo. Pensei que meu luto pelo meu Filhote nunca acabaria. Embora acreditasse que quando chegasse o meu momento a força de Deus sobre a minha vida me concederia. Ao acompanhar as pessoas que tinham suas perdas e como elas se comportavam por um período  e após este período elas começam sinalizar a sua sobrevivência, esboçando pequenos sorrisos e chorando com espaços maiores de tempo eu me perguntava;  "e o luto já acabou?" Alguns profissionais alegam que é um período de 3 a 5 anos para uma total recuperação de luto, novamente eu me perguntava; "será?". Comecei buscar referências na Palavra de Deus e me atentei a história de Davi por algo que me chamou atenção.
DAVI - Conhecido como Rei Davi, homem segundo o coração de Deus e nós dias de hoje quem nunca ouviu sobre Davi e suas proezas, suas habilidades, suas táticas de guerras, seus deslizes, sua humildade, suas escolhas, o seu Amor e a sua referência por Deus, contudo um ser um humano comum, como pai também sofreu grandes perdas e não deixou de prantear, chorar, lastimar as perdas de seus Filhos todos os dias, os seus sentimentos não eram diferentes dos nossos. O que se percebe ao tempo de 3 anos Davi não sentia mais ódio, logo também cessou o choro - 2ª Samuel 13:28 ao 39. Então percebi que Deus foi com Davi como é com todos pais e mães enlutados por seus Filhos: "Não é por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos" -  Zacarias 4:06.
Quando todos os sentimentos contrários a natureza de Deus se vão podemos sentir a leveza em nossos corações, que nos permitem sorrir, as lágrimas não são como antes e nenhum outro sentimento se apoderá de nós a não ser a intensidade do Amor que ainda sentimos pelos nossos Filhos. 
E mesmo assim o luto não terminou, apenas entramos em uma outra fase dele, pois tudo neste mundo tem o seu devido tempo e cada coisa tem sua ocasião, o tempo de chorar e odiar se passam e entramos no tempo de sorrir e amar - Eclesiaste 3, 1-8


DEDICO ESTA POSTAGEM AOS ANIVERSARIANTES ENLUTADOS 
DO MÊS DE NOVEMBRO


APESAR DO DIA SER DOLOROSO PARA MIM, AGRADEÇO O CARINHO ATRAVÉS DAS MENSAGENS ENVIADAS COM PALAVRAS DE CONFORTO E CARINHO POR E-MAILS, ORKUT E FACEBOOK E OS TELEFONEMAS. 

AGRADEÇO A TODOS POR  ESTE GESTO DE SOLIDARIEDADE ... 
QUE O SENHOR DEUS ABÊNÇÕE  A TODOS HOJE E SEMPRE.


ABRAÇOS FRATERNOS DE MÁRCIA SANTOS E FAMÍLIA AO PAIS ENLUTADOS, SEGUIDORES E LEITORES DO BLOG MÃES E FILHOS ELO ETERNO

domingo, 20 de outubro de 2013

NOS PASSOS DO MEU FILHO

Aos 35 meses da partida do meu Filhote, analiso a minha jornada deste então. Meu Deus! Quantas coisas aconteceram comigo, com o meu esposo e com a minha Filhota, na verdade, tudo o que nos envolveu. Foram tantas coisas ruins que foram ignoradas por nós (...) Por outro lado aconteceram coisas boas, que não posso deixar de dizer que foram boas, não é porque o meu Filhote não se faz presente conosco que não foram boas. Ainda estamos tão feridos e fragilizados, que para não sucumbir em meio a tanta indiferença por parte alguns familiares, resolvermos recuar e deixar Deus cuidar de nós. Eu estaria sendo ingrata com a Sua Presença e o Seu Mover sobre a minha família. Nem preciso dizer que não foi fácil, tivemos que ser fortes para continuar a nossa jornada, tivemos que fazer escolhas, tivemos que permitir aproximação de outras pessoas, tivemos que busca uma razão, alguma coisa que nos desse um sentido.
Nenhuma família age da mesma forma que a outra, porque existem muitos fatores que contribuem para que sejam diferentes, mas todos querem se encontrar novamente. Eu parei de trabalhar, enquanto meu esposo se pôs a trabalhar com fervor. Minha Filhota é o nosso orgulho é o nosso consolo, ela está indo muito bem nos estudos não fraquejou, mostrou-se ser forte, guerreira é uma ótima aluna, para nós, isto é muito mais que bom. Tão pequena, tão guerreira, tão valente, tão forte e tão capaz.
Neste tempo tão longe do meu Filhote, do nosso amado Teteu não há um só dia que não pensamos ou falamos nele, não nos cansamos nunca, não podemos deixar de imaginar quais seriam seus passos se conosco estivesse. Acredito que meu esposo e minha Filhota sonham com Teteu, como eu sonho quase que todas as noites. Ao fechar meus olhos, eu o vejo sempre sorrindo para mim dizendo; “Mãe caminha, você consegui”, e ao despertar estou ciente que vou conseguir dar mais um passo ainda que pequeno e lento, eu irei dar.
Agora nós temos a certeza tão nítida e clara do que ele faria. Meu Filhote estava concluindo o segundo ano do ensino médio, havia expectativa para Enem em 2010 ou Prouni, mas ele partiu (...) Seu objetivo era se formar em Engenharia Eletrônica, seu alvo criar games, ele tinha uma paixão por games - Tantas coisas deixadas para trás, sonhos, conquistas realizações e vitórias e tantas outras que não conseguimos nem imaginar.
E muitas vezes penso que o fato dele estar ausente, eu estou seguindo os seus passos. Será que isto foi a razão dada ou encontrada para continuar. Por quatros meses me encasulei, depois me desabrochei, tentando encontrar na Presença de Deus a minha estrutura espiritual, emocional, psicológica, e não é um exagero quanto falo, me achar novamente como ser humano que faz parte deste mundo. 
Quantas  vezes, lembrava e lembro das nossas conversas e uma delas era assim:  "Teteu quando você chegar na universidade, iremos cursar juntos, a mamãe em direito e você engenharia”, eu via um sorriso largo em seus lábios, ele dizia: “seremos bons alunos mamãe”.  
Deus  de uma forma ou de outra, me impulsionou a isto. Após o meu primeiro ano de luto, voltei e terminei o ensino médio, prestei o Enem, tive boa pontuação, depois prestei o vestibular, passei com mérito acadêmico para Direito entre os 10 melhores da UNIVERSIDADE IBIRAPUERA. Me pego pensando e afirmando ao mesmo tempo; “eu estou fazendo o que planejei junto com meu Filhote .” Me pergunto: “E por quê, se ele não esta mais aqui?” A resposta que eu encontro é sempre a mesma, ouço tão claramente uma voz dizendo dentro de mim: “Porque ele não teve tempo de fazer, mas você tem, então faça.” Sim, ele faria e teria êxito em tudo, e de uma certa forma me sinto bem.
Lembro-me quando parei de trabalhar por causa do abalo e tudo mais que veio a tona, as pessoas ficaram surpresas. Elas queriam que eu continuasse, alegavam que seria o melhor para mim. Quando comecei a estudar as pessoas ficaram ainda mais indignadas com a situação, diziam que eu precisava trabalhar e não estudar. É, eu faço tudo diferente dos que as pessoas esperam. Dou graças a Deus, por Ele me fazer ser diferente.
Eu sei que é Deus que me capacita, me fortalece e também me conduz, eu não faria se não fosse por Ele. Eu continuo tendo os meus momentos de extrema saudade pelo Filhote, mas aprendi me colocar na Presença de Deus nestes momentos orando e o adorando na beleza de Sua Santidade: "Adorai ao Senhor na beleza da santidade; tremei diante dele toda a terra" - Salmos 96:9. 
Este é o remédio, o antídoto para as crises de choro movido pela saudade, é o Bálsamo que vem sobre a minha ferida para ameniza-la. Quando a Presença de Deus vem sobre mim, não há distância, as fortalezas do luto, a depressão, a desistência, a solidão e as fraquezas não resistem. Porque orar e adorar me faz conhecer cada vez mais as riquezas do caráter de Deus, a grandeza do seu Amor, as riquezas celestiais insuperáveis e incomparáveis que o homem natural não poderá ter em seu estado natural. Orar e Adorar me leva para o sobrenatural de Deus. Com tanto de Deus para conhecer e receber, eu não posso perde o meu precioso tempo com picuinhas humanas e banais. E até nisto, eu sigo os passos do meu Filhote. Ele já esta na Doce Presença Santa de Deus Pai, no eterno lar celestial, e eu quero estar também. Orar e Adorar não existe à distância.
Orar e Adorar  é o que me leva a um nível de confiança de que tudo vai dar certo no final da minha caminhada, não sei como e nem quando acontecerá, mas sinto no mais intimo do meu ser que acontecerá. Abro o meu coração, fecho os meus olhos olhando para o nada, esqueço o que está a minha direita e a minha esquerda, e ergo a minha voz. Sabe dentro de cada um de nós existe um universo espiritual riquíssimo que é tocado por Deus, sua Presença Divina é invisível, mas absolutamente real e quando tocamos o que é aparentemente intangível, o que é supostamente inalcançável, encontramos um lugar de paz e descanso.
Podemos começar uma comunhão com Deus através da oração espontânea, sem regras, sem paradigmas, sem uma sequencia de palavras a serem ditas, podemos estar cansado, perturbado, aflitos, doloridos, cheio de problemas, achando que nada vai dar em nada. Mas ao exercitar a musculatura da fé, se não pararmos, chega um momento que algo acontece, a certeza "Que vamos conseguir sair deste túnel, deste buraco escuro onde estamos, das crises, dos desafios, das necessidades. Então, somos supridos, saciados e sustentados pelo Força Sobrenatural da Própria Presença de Deus em nós." Eu confesso que isto é muito bom, me faz saber que Deus não se esqueceu de mim, e que continua cuidado como sempre fez, nos tempo da presença de do meu Filhote em minha vida, Ele cuida, dando o seu melhor para que eu me sinta amparada pela Sua Presença. E isto não tem preço.

26 DE OUTUBRO DE 2013 Senhor, Tu sabes que hoje  o meu Teteu completa 20 anos de existência em meu coração, como sempre digo, os anos continuam para ele, porque eu credito na vida eterna, que é vivida através do espírito, sei que posso chora pela ausência do meu Filhote, mas nunca em tempo algum pelo seu fim: "E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu" - Eclesiastes 12:7. Deste que ele partiu, venho demonstrando a Ti, minha dor e minha saudade, não porque quero ser a coitadinha ou a pobrezinha, mas porque eu continuo amando este ser maravilhoso que senhor me concedeu no dia 26 de outubro de 1993, que me fez sentir as primeiras emoções de ser mãe (...) Hoje Senhor Meu Deus e meu Querido Pai Celestial é um dia do ano diferente, dos demais dias dos anos sem a presença do meu Filhote em minha vida. Hoje é muito especial como sempre foi e será.
Hoje eu quero Te agradecer com toda a força do meu ser, por ter me escolhido para ser a mãe do Mateus Vieira Dos santos, por 17 anos e 24 dias de vida, a quem eu chamei  e continuo chamando carinhosamente de Meu Teteu - Meu Eterno Teteu.
Agradecer Pai Amado, pois sei que Tu és conhecedor de todas as verdades existentes em nós, pois Tu és Onisciente e Onipresente de todos os momentos que vivi ao lado do meu Teteu, pelo companheiro inseparável que ele sempre foi, pela nossa cumplicidade compartilhada e pelo amor que nós uni, por este sentimento incorruptível  que é o vinculo do Elo Eterno que há em nós.
Agradecer pelas alegrias vividas, pelos momentos felizes que tivemos, pelas emoções sentidas e até mesmo pelas tristezas que vivemos.
Agradecer por ele que no tempo de sua existência comigo nunca me decepcionou como Filho,  sendo um ser de bom caráter e muito idôneo.
Agradecer por te me dado condições de suprir as suas necessidades quando foi preciso.
Agradecer por me conceder sabedoria para ensina-lo, educa-lo e a cria-lo  para Te honrar e Te servir e Te amar.
Senhor, ele não estar em minha presença, em meus braços e nem diante dos meus olhos para que eu pudesse continuar a minha sublime missão de ser a sua mãe, no dia 20 de novembro de 2010, o Senhor tomou para Si. 
E deste então, ele se encontra sobre a Tua Presença, sobre os Teus Braços, diante dos Teus Olhos e sobre os Teus os Cuidados. Eu sei que os Teus Cuidados são melhores que o meu, por isto eu tenho a certeza que ele estar muito bem.
Senhor que da Tua habitação Celestial no meio dos seus santos que juntos de Ti estão, chegue perto do meu Filho Amado neste dia:
Dê o beijo  e o abraço que eu não poderei dar-lhe; 
Passe as mãos em seus cabelos, porque eu não poderei fazer isto; 
Toque em seu rosto, porque eu não poderei tocar;
Olhe em seus olhos, pois seu não poderei olhar;
Diga à ele: "Você é um ótimo Filho", porque eu não poderei dizer isto à ele; 
E diga também "Feliz Aniversário", pois eu não poderei dizer à ele; 

Este é o desejo do meu coração que o Senhor tenha com ele, neste dia tão especial a comunhão que eu não poderei ter.
Pai Amado, aqui na terra envolva a mim e a minha família com Teu Amor e Tua Paz, nos conceda a força que precisamos para continuarmos, pois em Ti estar a Salvação da minha família. Guarda-nós oh Pai, como a meninas dos Teus Olhos, não somente hoje mas para todo o sempre Amém.

OUTROS LINKS 26 DE OUTUBRO:
http://maesefilhoseloeterno.blogspot.com.br/2011/10/outubro-mes-de-aniversario-cade-o.html
http://maesefilhoseloeterno.blogspot.com.br/2012/10/memorias-de-outubro.htm

REFLEXÃO MÁRCIA SANTOS - Entre tantas outras coisas que Deus tem feito em minha vidaTalvez, esta seja a mais especial, porque é, desta forma que eu posso seguir ou estar "NOS PASSOS DO MEU FILHOTE", não que eu queira continuar vivendo por ele, pois isto é impossível. Mas, é porque eu estou fazendo o que planejamos fazer juntos, estou continuando, ou melhor, fazendo sozinha o que estaria fazendo com ele ao meu lado: "Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida" -  Apocalipse 2:10b, porque apesar de toda dor e saudade sentida em minha vida, nada é maior que o meu Amor por ele, eu serei fiel a tudo que se diz ao respeito a Palavra de Deus, a sua Presença, a minha família e a memória do meu Filhote. 
Eu acredito nisto, este é o caminho para chegar novamente até ele, Deus me conduzirá quando chegar a minha hora de partir. Não tenho e não quero seguir outro percurso. Não quero e não tenho que estar longe da Presença de Deus. Não quero e não posso deixar de ter a minha comunhão restaurada e estabelecida com Deus, Ele é antes de tudo o Vinculo de todas as coisas. É desta maneira que eu vou exalar o Amor, a Graça e a Força do Pai Eterno, que me criou a sua imagem e semelhança.

                               Obs:  Click no rodapé do blog para pausar musica Angel - Cantora Sarah Mclachlan

Eu e a minha família compartilharmos dos mesmos sentimentos, a saudade do nosso querido Teteu, seus sentimentos não são, maiores ou menores que o meu, afinal, existe um Elo entre nós que o tempo e a distância não são capazes de eliminar. Um Elo chamado Amor que nos faz ultrapassar as nossas dores, saudades e a sua ausência constante em nós. Descobrimos juntos a força deste nosso Amor e a Magnitude Soberana do Poder de Deus que nos capacita a cada dia, e nos leva a superar aquilo que não podemos superar sozinhos. 
E o mais importante é que nos contratempos da vida eu estarei firme e inabalável em minhas convicções e meus valores na certeza que ambos são inegociáveis neste mundo. Pois eles farão toda a diferença quando chegar a hora de partir, para o Lar Eterno e estar ao lado do meu Senhor e do meu Filhote, ainda que não haja tais sentimentos na Glória de "Mãe e Filho", o que importa é partir tendo em minha consciência que estou voltando para casa, porque as escolhas que eu fiz aqui na terra são elas que me ligaram no céu: "Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu" - Mateus 18:18
Agradeço as pessoas que enviaram mensagens por e-mails, orkut, blog, facebook e celular, pelos telefonemas, não há palavras que possam expressar os meus agradecimentos, por estas atitudes tão  carinhosas, cheias de nobrezas e tão solenes...
Peço que o Senhor Deus abênçõe cada um grandiosamente, como também a sua família hoje e sempre.


DEDICO ESTA POSTAGEM A MEMÓRIA DOS FILHOS ETERNOS DOS PAIS QUE SEUS FILHOS PARTIRAM PREMATURAMENTE.


ABRAÇOS FRATERNOS DE MÁRCIA SANTOS E FAMÍLIA AOS LEITORES E SEGUIDORES DO BLOG EM ESPECIAL AOS PAIS ENLUTADOS


sexta-feira, 20 de setembro de 2013

SENTIDOS

Deste que meu Filhote partiu inesperadamente e repentinamente de minha família, nos deixando sem nenhuma explicação para o ocorrido, o que vivemos a partir daquele momento – emocionalmente, psicologicamente, espiritualmente e fisicamente - é tão inexplicável o processo de reabilitação em pleno luto. Aos 34 meses de vivência, sei que qualquer pessoa que vive um luto por um ente querido, sabe que é um conjunto de reações de uma perda, a qual é significativa, e se tratando de Filhos, meu Deus! Quanta dor há dentro de nós, como somos abalados e como ficamos tão fragilizados. Acredito ser uns do fatores cruciante por causa do impacto da falta física. Sim, porque existem coisas que ainda queremos, desejamos mais do que tudo nesta vida; ver, tocar, ouvir, sentir a pessoa que amamos, mas que não podemos no presente momento que vivemos.
EMOCIONAL – E o sentimento que altera o comportamento normal de um ser. Por isso é que ficamos tão mudados e diferentes.
PSICOLÓGICO – São manifestações físicas, que podem nos levar a depressão e ansiedade, motivo pelo qual muitos entram em depressão, mantendo o estado de tristeza profunda e se encasula em si mesmo.
ESPIRITUAL – É toda e qualquer natureza do espírito, relacionando a um credo religioso, que levam a devoção, as práticas espirituais, para alcançar uma vida espiritual mais plena. Num determinado credo religioso, procuramos aliviar a dor, mantendo o contato com Deus, que é o criador de todos os seres. 
FÍSICAÉ a capacidade de visualizar objetos e pessoas. Composto pelos cincos sentidos; Visão, Audição, Paladar, Tato e Olfato os cincos sentidos humanos. Determinados órgãos do corpo humano, são eles que enviam ao cérebro as sensações que sentimos, utilizando uma rede neurônios que fazem parte do nosso sistema nervoso.
É ai, neste ponto, que toda nossa estrutura cai a baixo, e temos que recomeçar mesmo feridos e doloridos uma cruel realidade, mas é necessário que se faça uma reestruturação com um patamar bem diferente do anterior, e isto é muito esmagador e inaceitável em nosso intimo de maternidade e paternidade. É muitas vezes é preciso recorrer ajuda especifica. Conseguimos através de apoio ou tratamentos encontrar alivio na dor.  É por isso, que eu acredito que o mais impactante sobre nós, é a física, parece estranho, mas é isso mesmo, o corpo humano é adotado de cinco sentidos, ou seja, é a capacidade que nos possibilita a interagir como o mundo interior - inclusive e principalmente com os nossos Filhos – pessoas, objetos luzes, fenômenos climáticos, cheiros, sabores (...) sofremos por causa da capacidade que tínhamos e que agora nos falta em relação ao que já partiu.
SENTIDOS - Todo o sofrimento físico se ressume na ansiedade, no desejo de querer fazer o que sempre fizemos, e que, agora não podemos. Porém tudo ficou gravado em nosso cérebro. Qualquer Mãe ou Pai Enlutado independentemente dos anos que se passam e façam em suas vidas tem a capacidade de lembrar do(a) Filho(a) como ele(a) era - o que já foi sentido e memorizado pelo cérebro através dos cinco sentidos. E mesmo na ausência dos nossos Filhotes, em nosso presente podemos dar continuação para o que não é mais possível sentir no presente, porém de uma forma diferente. Tudo agora é lembrado pela nossa memória, que no auge da falta que sentimos é acionada.
Visão – Não possuímos mais a capacidade de ver o(a) Filho(a) que partiu, nossos olhos não podem captar a imagem que deveria ser enviada ao cérebro, para o reconhecimento ou a visualização.
Audição - Não possuímos mais a capacidade de ouvir (a voz, os ruídos, os barulhos e as músicas) provenientes do mundo exterior provocados pelos nossos Filhotes, nossos ouvidos não podem captar as ondas sonoras que deveriam ser enviadas ao cérebro, para o reconhecimento ou a
Paladar - Não possuímos mais a capacidade de sentir o gosto (sabor) da bala do bombom, do doce e tantas outras coisas que carinhosamente eram ofertadas pelos nossos Filhotes. Na superfície de nossas línguas existem milhares de papilas gustativas, e que, a agora não podem captar o sabor das guloseimas, que deveriam ser enviadas ao cérebro, para o reconhecimento.
Tato - Não possuímos mais a capacidade do contato de sentir pelo toque através da pele (a mão, o rosto, o cabelo,  o pé e tudo mais dos nossos Filhotes que eram habituais e recíprocos entre nós, a nossa pele possuem neurônios sensoriais, e agora não temos mais o toque que deveriam ser enviadas ao cérebro, para uma reação de acordo a necessidade ou vontade existente em nós o reconhecimento.
Olfato - Não possuímos mais a capacidade de sentir os cheiros (odores) dos nossos Filhotes, seja por um determinado perfume, colônia, xampú, sabonete ou simplesmente o próprio cheiro do corpo que cada um eles possuíam, nosso nariz não podem captar os cheiros que deveriam ser enviados para o cérebro efetuar identificação.
Tudo que sentimos com nossos Filhotes através dos nossos cinco sentidos foi permitido o armazenar em nosso cérebro. Não permitido o esquecimento jamais, em tempo algum de nossas vidas, por isso que dói, e como dói, dói muito sem dar trégua. E, graças ao que chamamos de lembranças, imagens que jamais voltarão a acontecer, podemos lembrar com ternura, carinho e muito amor, batendo aquela saudade dentro de nós, às vezes choramos, algumas vezes expressamos um sorriso e outras vezes o aperto no coração. Tudo isto, por causa do corpo físico.
Parece que os sentidos ao tocante aos nossos Filhotes ficam mais apurados através do senso da percepção (felt senseo meio pelo qual experimentamos a totalidade da sensação Direcionando a nossa atenção para o nosso corpo e reconhecemos as sensações corporais do momento em que desejamos focalizar. É desta forma que os nossos Filhotes viverão para sempre em nossos corações. Deus nos dá o dom de eternizar em nós o que vale a pena, e esquecer definitivamente aquilo que não vale.

REFLEXÃO MÁRCIA SANTOSSomente Deus é capaz de trazer  o alivio que precisamos sobre os cinco sentidos. Somente Ele pode atuar na dimensão espiritual de forma sobrenatural sobre o físico. É nos momentos de extrema saudade onde as lágrimas se fazem presente, é preciso correr para os seus Braços. Ele nos assisti em todo tempo, se faz presente. Deus está em toda a parte, mas só podemos encontra-Lo quando buscamos de todo o nosso coração; Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração. Serei achado de vós, diz o Senhor…” Jeremias 29.13-14.
É somente através da oração e da adoração – Ouvi-lo falar e ser por Ele protegidos e fortalecidos, precisamos mergulhar nos rios da Graça, precisamos buscar sua face, precisamos treinar o nosso espírito nesses momentos de grande luta, precisamos nos fortalecer n’Ele, amadurecer e evoluir, precisamos nós colocar aos seus pés, seguros do seu Grande Amor, com intimidade de seu coração e render-se a sua Presença.
Não é loucura não, é assim mesmo, para amenizar o que sentimos pelos cinco sentidos, somente o poder de Deus mediante a nossa fé no que é espiritual; Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação; Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus” - 2ª corintios 1:3-4. 
Porque na verdade somos seres espirituais, mesmo com credos e religiões diferentes, todos somos seres espirituais buscando a mesma coisa DEUS, e com a intenção de chegarmos à algum lugar. E nesta busca o que é certo para mim poderá ser errado para você e vise versa. Mas Deus, não é, e nunca será, o erro de ninguém.
Ninguém passa pela nossa vida por engano. Não existe erros nos planos de Deus, nossos Filhos não foram um erro, eles chegaram em nossas vidas, nos fizeram felizes até que partiram antes de nós. Mas com toda certeza um dia iremos partir e juntos estaremos para sempre. Deus nos concedeu o dom da vida eterna através do nosso espirito .

ABRAÇOS FRATERNOS DE MÁRCIA SANTOS AOS LEITORES, SEGUIDORES E AOS PAIS ENLUTADOS DO BLOG MÃES E FILHOS ELO ETERNO.


MÃES E FILHOS ELO ETERNO

Loading...

CONTATOS FEITOS POR:

Telefones: (011) 5928-7080 ou (011) 98939-3955
Email: marushasantos@uol.com.br