O ELO MATERNO

O Elo Materno é a Ligação mais profunda e amorosa entre todos os elos existentes. Por isso a dor e a saudade da ausência do(a) Filho(a) que partiu doe e machuca o coração de uma mãe. Este Elo foi quebrado e como emenda-lo?
Quando nossos Filhos se vão, como continuar viver a vida? Quanto tempo precisamos para nos fortalecer? Dor e saudade será que poderemos supera-las? Existem outras pessoas que dependem de nós? O que mudou em nós? São perguntas que precisam de respostas, e só o tempo nos dará...

PESQUISAR NESTE BLOG

sábado, 20 de abril de 2013

LUTO SEM FRONTEIRAS


20 DE ABRIL DE 2013 - Este é um mês onde a saudade e as lembranças são duplicadas, eu costumo chamar de Dose Dupla. Ao tempo que se faz oito anos da partida de minha Mãe, como também vinte e nove meses da partida de meu Filhote. Tudo é tão claro e nítido em minha memória, tudo que eu vivi ao lado deles as emoções, alegrias, surpresas, anseios e momentos tristes. Já falei sobre como aconteceu a partida de minha Mãe na postagem; "A vida nos surpreende - dose dupla." 
FRONTEIRAS - É o limite entre duas partes distintas, em nosso caso, se refere - a nossa vida com nossos Filhos e após a partida deles - entramos num luto sem fronteiras que através do emocional, psicológico, espiritual e até fisicamente  demonstramos o estado em que nos encontramos.
LUTO SEM FRONTEIRAS - Tivemos uma vida feliz ao lado deles, sim, éramos muito felizes e não sabíamos. Após a partida dos nossos Filhos Amados, vivemos dias caóticos e outros muitos caóticos, passando por vários processos, conflitos, angustias e uma sequência de sentimentos e lembranças. Dias que não queremos sair da cama, dias que não queremos falar com ninguém, dias que sentimos o cansaço na alma, dias que o desgaste por tantas pressões suga a pouca força que temos, dias que chegamos ao limite de querer sumir do mundo se possível for, dias que não queremos enfrenta-los, pois são saudosos demais, onde as fotos, algum pertence ou a peça de roupa são insuficientes por que queremos tocar, beijar, abraçar, ouvir e ver o que não podemos mais, dias de muitas fortalezas. 
Assim sou eu na minha fraqueza humana precisando de muita fé em Deus para destruir as fortalezas que surgem a cada momento, a cada dia dentro de mim. Eu sou uma pessoa que conheço o Amor, o Poder e a Graça de Deus, sei o quanto Ele é real, que Ele existe e o quanto Ele já fez por mim. Eu conheço e reconheço Deus na minha vida em todos os instantes. 
Mas nestes momentos caóticos de fraquezas tenho a sensação que Deus se esqueceu de mim, parece que Ele está ausente: "Senhor, por que estás tão longe? Por que te escondes em tempos de angústia? " - Salmo 10:01. São nestes momentos, que eu preciso exercitar a minha fé, e a minha fé não pode ser abalada e nem destruída, ela precisa ser aprovada  para lidar com as fortalezas que deixam a minha fraqueza em evidência. Sempre existirá uma escolha. E, esta escolha sou eu quem faço, todos os dias eu preciso escolher entre as fortalezas que existem no luto sem fronteiras, e a minha fraqueza onde eu sou totalmente dependente de Deus; Dependo de Sua Graça e Poder, Dependo do Seu infinito Amor e Bondade, Dependo do Espirito de Deus e de Sua Força, Dependo de Sua Unção sobre a minha vida, porque o Senhor é o ar que eu preciso para respirar. Tu, Senhor, ouves a súplica dos necessitados; tu os reanimas e atendes ao seu clamor” - Salmo 10:17. 
Desta forma, não é o que faço e sim, o quanto eu me rendo a Sua Presença, o importante é; Quanto de Deus há em mim? Na minha vida? O que eu sou n’Ele? Isto sim, é o que faz toda a diferença sobre mim (...) A fé permite Deus entrar com o sobrenatural e atuar com seu poder fortalecedor onde há fraqueza em mim. Somente ela - a fé  - abre este caminho de maneira absolutamente estranha e sobrenatural fora de qualquer entendimento racional. 
Não há uma só Mãe ou Pai Enlutado pelos seus Filhos que possam viver sem acreditar na Força deste Deus que rege o céu e terra. Tudo que precisamos vem de Deus. Só Ele tem o Poder de nos confortar. Só Ele pode nos ajudar a caminhar. Ele é o porto seguro para nossa alma cansada e abatida, para o coração ferido e aflito: “O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido” - Salmos 34:18. “Perto está o Senhor de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade. Ele cumpre o desejo dos que o temem; ouve o seu clamor, e os salva” - Salmos 145: 18 e 19.
O que faz um Luto Sem Fronteiras? É o Amor que sentimos pelo nossos Filhos mesmo estando ausentes em nossas vidas? Continuamos distantes, porém, tão apegados à Eles por causa do Amor que sentimos. Um Amor que a distância acompanhada pelo tempo não são capazes de elimina-lo do nosso coração. É por conta deste Amor que surge o sofrimento e o apego ao que ainda temos à eles, e por isso, vivemos dias dolorosos, sim nossos dias são dolorosos.
Como podemos ficar bem? Como podemos ser alegres novamente aqui na terra, longe deles? Longe de quem amamos profundamente e intensamente porque o ciclo da vida foi inverso conosco. Como desfrutar de momentos felizes que acontecem em nossas vidas sem eles estarem presentes? Sabemos que eles estão alegres, eles estão bem, vivem longe de todo mal que o homem possa imaginar ou cometer e, mesmo que tenhamos tal ciência destas coisas, desejamos tanto ter-los por perto.
Talvez o discernimento da vida e da morte seja a maior inteligência ou a maior capacidade adquirida pelo ser humano - Sentir alegria na vida - no nascimento de um ser amado - Sentir tristeza acompanhada pela dor na morte - na partida de um ser amado. Então, imagina ver nascer e ver partir aqueles que amamos, que vieram e mudaram as nossas vidas. A dor que fica e que temos que carregar dentro do peito, com tempo ela nos torna fortes ou frascos. 
Quando a dor é muito intensa, ela provoca um tipo de anestesiamento, parece que a dor engole a gente, a força desaparece por completo e tudo se torna difícil, o mais simples sorriso só consegue ser uma sombra no cantinho da boca, o olhar pesado só nos permiti ver o(a) Filho (a) que partiu e que nos deixou, o pensamento traz as lembranças do que vivemos numa época que eramos completos em tudo. A nossa imaginação esta vai longe, muito longe mesmo, é através dela que somos levados para tudo que deveríamos ter vivido com eles, e que foi impedido, tirado, arrancado brutalmente num dia comum de nossas vidas.
A dor profunda parece não ter remédio, não ter cura e não ter fim. Não se conhece um super-herói que não tenha experimentado ao menos um momento de perda total de esperança e fé, crença e sonho, força e graça para continuar superando as dificuldades e viver - sobreviver - viver - ir além - e sabemos que não existem super-heróis de verdade. 
O que existe é gente como a gente, gente como eu e você em todo lugar nos quatros cantos do mundo. Gente que quando chega a hora se torna igual ou pior. Gente que indagou mas na hora não soube fazer diferente. Gente que ironizou com palavras, gestos e atitudes o tempo de lamentação prolongado de uma Mãe ou Pai Enlutado pelo seu(ua) Filho(a), mas quando chegou a sua hora, levou mais tempo que nós. Gente que não sabe confortar, pois são apáticos demais. Gente que foi tão medíocre na hora de se doar, de fazer a diferença, que só souberam causar mais danos. Gente que nos momentos caóticos fez  ou tentou eliminar a sua própria vida. Gente que sobrevive a saudade dos que amam. Gente que caminha lado a lado com seus companheiros de dor, num mundo de tristeza paralelo ao mundo da felicidade de outros.  Gente que espera o tempo todo...
A Dor em nossa convivência nos caleja depois de meses e anos provocando em seus períodos altos e baixos os momentos caóticos. Só precisamos saber que: "quem tem raízes fortes não apodrece nunca, sempre recomeça em meio as dores e vai a enfrente". Ele nos diz: "não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel" - Isaías 41:10, tudo o que temos é Deus, e tudo que queremos é que Ele cure o nosso coração e faça a Sua vontade em nós, isto dói (…) e dói muito, mas é preciso fazer do jeito de Deus. Somente o Senhor secará toda a lágrima: “Ele fará infinitamente mais do que pedimos, pensamos, cremos e sentimos” - Efésios 3:20.  Ele fará para Sua Glória.

REFLEXÃO MÁRCIA SANTOS - As pessoas entram e saem de nossas vidas, algumas passam despercebidas, outras deixam sua presença em nossa memória e em nosso coração. Algumas deixam coisas boas, outras coisas ruins, mas as pessoas que levo comigo são aquelas que mudaram a minha vida, que me fizeram dar um sorriso, que me fizeram esquecer uma tristeza, que me ajudaram nos momentos difíceis, que não fugiram em nenhum segundo, nem nos felizes, nem nos tristes. Outras passam e nos deixam apenas manchas.
Sabemos que há tempo para todo o propósito debaixo do céu aqui na terra - que há tempo de nascer (chegar) e que há tempo de morrer (partir) Sentiremos saudades para sempre, por toda a nossa vida daqueles que partiram e deixaram rastros de felicidades sobre nós. Ficaremos idealizando tudo o que podíamos ter feito e não fizemos, das palavras que deveriam ser ditas e não dissemos, atitudes que deveríamos ter tido e não tivemos. E se tivéssemos feito tudo, ainda sim, o tudo não seria suficiente. 
Somos assim mesmos, despreparados pra perda independentemente do credo religioso e impacientes com o tempo, o qual deixamos responsável pra calejar o nosso sofrimento. Estamos tristes pela falta que eles nos fazem, mas muito gratos à Deus por ter-los um dia conosco. 
As coisas mais importantes que podemos ter na vida são as que duram para sempre, que podemos sempre levar conosco e, acredito que nenhuma delas é mais forte que o Amor. Por isso, eu tenho  a certeza que não há nada mais importante na minha vida do que as pessoas que eu amo e carrego em meu coração, aquelas que ficaram marcadas pra sempre em meu coração, e por mais que o tempo passe vou sempre lembrar delas, pois elas fizeram uma grande diferença na minha vida!
A lógica de Deus não é a nossa, nunca será, porque às vezes perder é ganhar, morrer é viver (...) ainda que nenhum dos nossos sonhos se concretizem quando perdermos, ainda que tenhamos que depender de Deus para o suprimento da nossa Força e Fé, para o pão de cada dia - Palavra de Deus - Livro da Vida, ainda assim valerá a pena se nisso cumprisse um propósito eterno sobre nós. Como essa entrega dói! Mas é o jeito de Deus (...) Morrer para si mesmo dói (...) E deixar partir quem amamos também dói, dói mais ainda. Como e difícil viver o natural com os olhos no espiritual (...) viver o agora com os olhos no que é Eterno.
Só temos que nos apegar ao Senhor nosso Deus e Grandioso Pai: "Apega-te, pois, a Deus, e tem paz, e assim te sobrevirá o bem" - Jó 22:21, o bem que esperamos é a cura sobre a nossa dor e fraqueza, sei que é difícil quando não acreditamos mais em nada, mas estamos todos juntos e, Ele está no controle: "O nosso socorro vem do Senhor" - Salmos 121-02. Ele sempre virá, não duvides, só creias. Vamos permanecer no jeito de Deus, vamos crer em Suas promessas. Tende bom ânimo! Creiamos que o melhor ainda está por vir (…) não importa como, não sabemos quando, mas do Seu jeito Deus virá. Deus acredita em você, muito mais do que você imagina!
Deus está realizando o sobrenatural sobre mim e sobre você, Ele que começou uma boa obra em nós, embora, não é isso que parece, por que há tanta dor em nós. Mas, Ele é Fiel para completá-la do Seu jeito, no Seu devido Tempo mesmo no LUTO SEM FRONTEIRAS. A vinda  e a Partida dos nossos Filhos em nossas vidas não poderá ser em vão e por mais que doa continuarmos sem eles, é preciso que continuarmos com a esperança que quando chegar a nossa vez de partir, tudo cessará: os dias de lamentações, os dias caóticos, os dias tristes, os dias saudosos, os dias de recordações e lembranças e tudo mais que sentimos cessarão, eles nos receberão de braços abertos esse é o motivo primordial de nossos dias; O Reencontro Eterno.

POSTAGEM DEDICADAEm especial a minha querida Flávia Marcelino que mesmo vivendo no luto sem fronteiras, encontrou em Deus a Força para conquistar uma grande vitória em sua vida, se formando em ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS. Assim é a Flávia no meio de tantas Mães e Pais Enlutados que continuam, conquistam e vencem por Amor aos Seus Filhos Eternos.

ABRAÇOS FRATERNOS DE MÁRCIA SANTOS AOS LEITORES, SEGUIDORES E AOS PAIS ENLUTADOS DO BLOG MÃES E FILHOS ELO ETERNO



MÃES E FILHOS ELO ETERNO

Loading...

CONTATOS FEITOS POR:

Telefones: (011) 5928-7080 ou (011) 98939-3955
Email: marushasantos@uol.com.br