O ELO MATERNO

O Elo Materno é a Ligação mais profunda e amorosa entre todos os elos existentes. Por isso a dor e a saudade da ausência do(a) Filho(a) que partiu doe e machuca o coração de uma mãe. Este Elo foi quebrado e como emenda-lo?
Quando nossos Filhos se vão, como continuar viver a vida? Quanto tempo precisamos para nos fortalecer? Dor e saudade será que poderemos supera-las? Existem outras pessoas que dependem de nós? O que mudou em nós? São perguntas que precisam de respostas, e só o tempo nos dará...

PESQUISAR NESTE BLOG

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

RESTITUIÇÃO

20 DE DEZEMBRO DE 2013 - Mais um mês se completa ao todo são trinta e sete meses e com ele chega também o Natal e o Ano Novo etapa final de mais um ano sem meu Filhote. É tão inacreditável que o tempo tenha passado aconteceram tantas coisas; precisei me adaptar a cada nova situação que surgia à medida que o tempo avançava, precisei fazer escolhas, precisei querer viver, precisei e preciso tanto de Deus e do seu Poder para reger a minha vida. 
Eu não sei até onde é possível compreender  ou entender que o tempo me permitiu evoluir, me proporcionou o crescimento e amadurecimento. Permitiu conhecer o lado da mais profunda dor que um ser humano possa aguentar e contudo sobreviver com força de vontade para viver. 
Meu Filhote amava à vida e tudo que ela poderia lhe oferecer e a partir deste momento que eu pude tomar ciência disto, eu voltei amar a vida.
Entre tantas coisas que eu descobrir neste processo de luto interno: Sabe o que mais gosto em mim? É o meu coração. Não é porque ele me faz viver, é que nele posso guardar as pessoas que eu amo e leva-las comigo para onde eu for. 
Este foi o jeito que eu encontrei para ser feliz, não preciso esquecer as pessoas que eu amo intensamente por elas não estarem presentes em minha vida em tempo real. Meu Amor por elas é irrevogável. É o Amor que permanece para sempre. Hoje eu posso falar delas sem chorar lágrimas de dor pelo meu Filhote, minha mãe, minha sogra e minhas tias, as lágrimas que escorrem dos meu olhos são saudosas. 
E agradecer a Deus por ter-las em minha vida por um tempo determinado pela sua vontade divina: "Este é o meu consolo no meu sofrimento: A tua promessa dá-me vida" - Salmos 119:50 
RESTITUIÇÃO - Vem do latim restitutio de restituere, ou seja, restituir, restabelecer, devolver. Significa o mesmo que restabelecimento, reintegração, reposição ou recolocaçãoDe modo a devolver, dar de volta ou recolocar a coisa em mãos de seu legítimo proprietário. Deus nos concede algo novo por aquilo que levou para si. Deus trabalha em nossas vidas o tempo todo de maneira diferente do que esperamos e desejamos. 
Quando Teteu partiu achei que era chegado o meu fim. Minha vida não tinha mais sentido de ser, minha Filhota e meu Esposo pareciam que não tinham valor algum. Em meio a tanta dor, sofrimento e sentimentos que afloraram com tamanha força dentro de mim, situações que jamais esperei viver... Meu Deus! 
Contudo estou sobrevivendo - E cada dia tenho percebido que é preciso continuar. É preciso seguir, não é fácil, nunca será porque não somos mais os mesmos de antes. 
Houve uma mudança repentina em nossas vidas e precismos de tempo para processar todo o luto que estamos vivendo. É claro que cada um terá o seu próprio tempo.
É preciso entender que há dois tempos correndo juntos: o tempo do relógio e o tempo interno de cada um. Estes tempos nem sempre são coincidentes. O tempo do relógio marcará as horas, os dias, as semanas, o mês e os anos; mas o tempo de dentro tem uma marcação diferente. Ele anda conforme as sensações e sentimentos de cada um; por isso o tempo do luto é diferente para cada pessoa. 
Haverá dias em que a ausência dos nosos Filhos parecerá algo muito recente, algo ainda muito doído. Em outros momentos, haverá uma impressão de melhora, como se o sentimento de falta houvesse rapidamente passado. 
Sem dúvida, o tempo do relógio irá nos ajudar a entrar novamente na realidade, com o difícil encargo de aprender a convivermos com o sofrimento. Mas, como cada un de nós, ou seja, as pessoas são diferentes, vivem seus sentimentos de forma diferente, e também elaboram o luto por um(a) Filho(a) ou ente querido em tempos diferentes e de forma muito pessoal.
Apesar do tempo que passou da partida do meu Filhote ainda existem pessoas que dizem: Márcia é preciso esquecer o passado para ser feliz”. Eu digo a elas: “Não posso esquecer o passado. É o passado que me faz viver, nele eu sou feliz e trago para o meu presente toda a minha felicidade. Esquecê estarei esquecendo o meu Filhote e tudo que vivemos juntos, e isto eu não quero, ele faz parte de mim, da minha vida e da minha história.
As pessoas pensam ou deduzem que vamos ser felizes se esquecermos o passado, sabemos que não é bem assim, há muita dor, mas também há muito amor e não podemos aniquilar o nosso passado por causa da dor sentida pela partida dos nossos Filhotes e de Entes Queridos. Alguém pode esquecer um(a) Filho(a)? Digo mil vezes que não.
Para Mães e Pais Enlutados isto é impossível. Não se tratar de antigos conflitos familiares, antigos trabalhos sem sucessos, antigas paixões, antigas desilusões e rivalidades por parte de certas pessoas - Se refere ao nossos Filhos seres que vieram através de nós. Infelizmente há pessoas que não conseguem discernir e costumam generalizar tudo desta forma. 
Enfim, Deus não me permitiu estacionar na vida esperando o fim chegar. Ele me RESTITUIU. 
É isso mesmo. Somos restituídos por Deus de uma forma ou de outra. Quando buscamos o alivio da dor encontramos força e consolo e ao poucos seu amparo vai nos envolvendo e despertando para algo que anterior a partida dos nossos Filhos não pensávamos em fazer.
Em meu caso Ele não me concedeu outro Filho por saber que nenhum outro substituiria o meu Teteu, outras coisas foi  sendo acrescentada em minha vida ao tempo que a dor ia me calejando.
Ele foi me inflando a medida que fui deixando e quando eu percebi estava me socializando novamente, me reintegrando - me comunicando, me restabelecendo - me restituindo, me dando de volta a vida e tudo que ela pode me oferecer. 
E continuar é questão de Amor além de Honra o cumprimento dos meus dias aqui na terra, ao se cumprir me aproximo da Vida Eterna, dádiva preciosa que jamais abrirei mão em momento algum da minha vida.
Tem um louvor do Grupo Toque no Altar que mudou o nome para Trazendo a Arca, chama-se: RESTITUI. Eu quero compartilhar trechos deste louvor com se fosse uma oração.
Senhor meu Deus e meu Pai Celestial, Senhor de tudo que eu tenho no céu e na terra.
Senhor Amado/ Os planos que foram embora/O sonho que se perdeu
O que era festa e agora/É luto do que já morreu
Não podes pensar que este é teu fim/Não é o que Deus planejou
Levante-se do chão erga um clamor 
Restitui/ Eu quero de volta o que é meu 
Sara me/ E põe teu azeite em minha dor
Restitui/E leva me às águas tranquilas
Lava-me/Refrigera minh'alma / Restitui
Que o teu Poder me alcance neste momento e restitua o meu ser, o meu viver em Nome do Senhor Jesus Cristo Teu Filho Amado - Amém

NATAL E ANO NOVO - São datas que significam para mim FAMÍLIA UNIDA, talvez para muitas Mães e Pais Enlutados que agora sentem a falta de seus Filhos Amados e ao ver que há um lugar na mesa desocupado e mesmo que alguém venha sentar-se não será a mesma coisa - nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia - nada é igual como antes, as lembranças que nos invadem... Tantas coisas para nos desvencilharmos como é doido, como nos machuca, como ficamos sensibilizados e fragilizados e por mais que eu tente falar ainda faltará palavras que possam expressar o que sentimos. 
Mas temos que aguentar firme por Amor aos nossos Filhos que esperam que prosseguimos vivendo estas datas entre outras sem a presença de cada um em nossas vidas, mas com eles dentro do coração.
O que dizer de cada Ano Novo? Que temos expectativas como todas as pessoas deste mundo. Que temos objetivos. Que temos alvos e metas para alcançarmos. Que temos sonhos e quantos sonhos. Que temos esperança de dias melhores. 
Que temos fé e confiança em Deus, tudo esta sobre a sua vontade Divina operante em nossas vidas. 
Que temos muito amor e que ainda continuaremos amando os nossos Filhos como qualquer Mãe ou Pai que ame seus Filhos. Que iremos viver dia-a-dia a cada minuto dando o melhor de nós, dando valor merecido as pessoas que amamos por saber da dor que sentimos quando se parti.
Apesar da saudade e da falta dos nossos Filhos o nosso Amor que sentimos será bem maior que qualquer sentimento em nós. E que em cada Ano Novo em nossas vidas teremos que ser corajosos para lidar com a data da partida dos nossos Filhotes e as demais coisas, só nós sabemos como é crucial, que mesmo assim pessoas irão ignorar qualquer aspecto por estarem rindo e felizes enquanto estaremos com os nossos corações apertados e comprimindo o ar que respiramos. 
Mas em tudo Deus estará conosco: "Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar" - Josué 1:9. E seja o que Deus quiser, estaremos com Ele e prosseguiremos avante.
LINKS DE OUTRAS POSTAGENS
http://maesefilhoseloeterno.blogspot.com.br/2011/12/natal-sem-chocottone.html
http://maesefilhoseloeterno.blogspot.com.br/2011/12/dia-24-de-dezembro-de-2011-vespera-do.html
http://maesefilhoseloeterno.blogspot.com.br/2012/12/a-espera.html
Eu não tenho como enumerar os fatos que me mudaram - sei que mudei - estou sobrevivendo e que sou bem mas forte do que antes da partida do meu Filhote. 
Nunca me importei com as atitudes de friezas e de indiferenças das pessoas no meu luto interno e agora muito menos me dou o trabalho de me importar. Elas não tem nada para me oferecer, nada que eu possa aproveitar. 
Hoje percebo o quanto são vazias de Amor de calor humano, vivem debaixo de um falso moralismo religioso que só servem para o próprio ego. Que pena (...) lamentavelmente é uma pena, elas poderiam fazer a diferença e não fizeram. 
Porém, outras pessoas enviadas por Deus as quais jamais imaginei se aproximaram e fizeram a diferença no entender, na compreensão, no amor e no calor humano e juntos construímos um elo indestrutível aprendemos, choramos e crescemos juntos. Eu as admiro e serei eternamente grata pelas suas atitudes para comigo e com a minha família. 

REFLEXÃO MÁRCIA SANTOS - Ao ler o livro - O Príncipe - do Autor Renascentista Italiano Nicolau Maquiavel - Niccolò di Bernardo dei Machiavelli (Florença 3 de maio de 1469 - 21 de junho de 1527)foi um  poeta, historiador, diplomata, músico e mais do que isso um pensador e o fundador da ciência política moderna, eu consegui entender perfeitamente o que o autor quis dizer sobre a natureza humana.
Ele descortina sobre o comportamento do príncipe em relação à natureza humana e à necessidade das virtudes: Há uma dúvida se é melhor sermos amados do que temidos, ou vice versa. Deve-se responder que gostaríamos de ter ambas as coisas, sermos amados e temidos; mas como é difícil juntar as duas coisas, se tivermos que renunciar a uma delas, é muito mais seguro sermos temidos do que amados [...] pois dos homens, em geral, podemos dizer o seguinte: eles são ingratos, volúveis, simuladores e dissimuladores; eles furtam-se aos perigos e são ávidos de lucrar. Enquanto você fizer o bem para eles, são todos seus, oferecem-lhe seu próprio sangue, suas posses, suas vidas, seus filhos. Isso tudo até o momento que você não tem necessidade.
Mas quando você precisar, eles viram as costas [...] Os homens têm menos escrúpulo de ofender quem se faz amar do que quem se faz temer. Pois o amor depende de uma vinculação moral que os homens, sendo malvados, rompem, mas o temor é mantido por um medo de castigo que não nos abandona nunca (MAQUIAVEL, 1996, p. 17).
Pelos acontecimentos ele diz: "Para dizer o que vai acontecer, é preciso entender o que já aconteceu." Embora tenha vivido num medieval anterior ao  tempo moderno o que foi dito serve plenamente aos dias atuais, o comportamento da humanidade continua o mesmo. 
Não espere reconhecimentos das pessoas pelos teus feitos, algumas nem ficarão feliz por você esta sobrevivendo ao luto interno, viva cada dia intensamente procurando agregar valores que serão eternos, tente ser mais forte que a dor da partida, da saudade, da ausência, da depressão ou de qualquer outro sentimento que possa surgir em teu coração. Acredite no teu Amor que é puro, verdadeiro e forte pelo(a) seu(ua) Filjo(a). É ele com toda certeza que te unirá novamente ao teu(ua) Filho(a). 
Tenha confiança e acima de tudo tenha fé em Deus, podemos não vê-lo como não vemos o vento, mas podemos senti-lo como sentimos o vento, o Espirito Santo nos envolve desta forma renovando o nosso interior. Ele é algo sobrenatural que não pode ser vistos aos olhos humanos, mas é tão real verdadeiro e acolhedor em nossas vidas só nos fará bem.
Este é o meu Desejo para todas as Mães e Pais Enlutados aos leitores e seguidores do Blog Mães e Filhos Elo Eterno. Deus nos abençoe todos os dias de nossas vidas com sua Graça e Poder - Amém.

        ABRAÇOS FRATERNOS DE MÁRCIA SANTOS E FAMÍLIA 

MÃES E FILHOS ELO ETERNO

Loading...

CONTATOS FEITOS POR:

Telefones: (011) 5928-7080 ou (011) 98939-3955
Email: marushasantos@uol.com.br