O ELO MATERNO

O Elo Materno é a Ligação mais profunda e amorosa entre todos os elos existentes. Por isso a dor e a saudade da ausência do(a) Filho(a) que partiu doe e machuca o coração de uma mãe. Este Elo foi quebrado e como emenda-lo?
Quando nossos Filhos se vão, como continuar viver a vida? Quanto tempo precisamos para nos fortalecer? Dor e saudade será que poderemos supera-las? Existem outras pessoas que dependem de nós? O que mudou em nós? São perguntas que precisam de respostas, e só o tempo nos dará...

PESQUISAR NESTE BLOG

domingo, 20 de julho de 2014

O DIVISOR DE ÁGUAS

20 DE JULHO DE 2014 - Chegou Julho, ele deveria ser cem por cento completo de alegria e muito recheado de felicidades. Afinal, é nele que tua irmãzinha completou quatorze anos de vida proporcionados por Deus, e você Filhote, não estava aqui conosco para comemorar. Agora ao todo são quarenta e quatro meses de sua ausência em minha vida, ou melhor, em nossa família.
Filhote querido e mui amado, continuamos sendo a sua família, sempre seremos incondicionalmente de sua presença entre nós, pois o Amor que sentimos por você é tão intenso, forte e sem limites que não provoca rupturas, pelo contrário, somos movidos por ele a prosseguir sabendo que será por ele que iremos nos unir e desta vez será para toda a eternidade.
E quando pensamos desta maneira sentimos uma leveza no coração, por saber que tudo aqui na terra esta em condição de matéria temporária, ou melhor, tem prazo de validade estipulado pelo fabricante. Alguns duram mais que outros, mas tudo tem seu prazo de validade.
Fico imaginando se este prazo de validade estipulando pela fabricante que provoca a existência de um ser é o que consideramos "o divisor das águas". Será que é desta maneira que o espirito do homem volta para Deus após deixar a sua matéria pela qual habitou para voltar ao pó da terra.
DIVISOR DE ÁGUAS - Geograficamente é uma linha de separação de águas que designa um limite que separa um território em diversas bacias hidrográficas, as águas escoam em direções diferentes, aproximadas mas nem sempre coincidentes. É neste contexto, porém espiritualmente de divisor que eu defino entre a matéria (corpo humano) e o espírito (a essência humana) não estou falando de alma, há uma diferenças em ambos, pelo que diz: "Pois a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais profunda que qualquer espada de dois gumes: ela penetra até o ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e julga os pensamentos e as intenções do coração" - Hebreus 4:12
Existe uma divisão entre um limite para a existência do ser humano em sua matéria a qual está sujeita a todos os tipos de sentimentos sem limites e aos conhecimentos limitados. Ao passar deste limite começa a existência do ser espiritual o qual não estar sujeito aos sentimentos sem limites e nem aos conhecimentos limitados. A fase da evolução ultrapassou a divisão do conhecer, do saber e do sentir.
Estranho mas é isto mesmo - A terra é o lugar de evolução dos, sentimentos e conhecimentos, onde o cotidiano é regalado de novas descobertas - O céu é o lugar de repouso, após a caminhada de descobertas. E até que ponto evoluímos! Talvez jamais saberemos porque lá descansaremos de tudo: "...pois todo aquele que entra no descanso de Deus também descansa das suas obras, como Deus descansou das suas ..." - Hebreus 4:10. Entendo que o descanso é a tranquilidade, a paz de espírito, não há mais nada para se fazer e nem o que fazer.
Então, o divisor de águas é o ceifar a terra, recolher aqueles que já cumpriram seus dias independentemente do tempo de existência da matéria: "Visto que os seus dias estão determinados, contigo está o número dos seus meses; e tu lhe puseste limites, e não passará além deles" - Jó 14.5. 
Indo um pouco mais além, é o que fizemos aqui, ou seja, como nos comportamos durante a nossa existência que nos acompanhará para todo o sempre: ...Diz o Espírito: "Sim, eles descansarão de suas fadigas, pois as suas obras os seguirão" - Apocalipse 14:13. O que deve ser fadigas?
FADIGA - É a sensação penosa causada pelo esforço ou pelo trabalho intenso e excessivamente cansativo; estafa ou esgotamento, que traz uma diminuição gradativa da força de um equipamento, de um mecanismo etc., causada pelo seu uso contínuo - A vida pode ser considerada um trabalho árduo de ser vivida, tantas partidas daqueles que amamos, tantas vindas daqueles que esperamos, tantas lutas para sobrevivência de uma doença degenerativa, tantas indiferenças nas etnias, tantos contra tempos, tantas escolhas a serem feitas, tantas dores, tantas saudades, tantas lembranças, tantas preocupações em manter uma família, tantas decisões a serem tomadas, tantos trabalhos feitos ou por fazer, tantas lapidações precisam acontecer conosco, tantas coisas que acontecem em determinados momentos que provavelmente nos causam um esgotamento de animo.
É exatamente disto que descansaremos, destas coisas continuas - Do que é esforçado para ser feito ou não todos os dias, da intensidade de cada situações que nos envolvem a cada momento, do que excessivamente praticamos por acharmos que é o justo, o certo, o correto a ser feito como decisões a serem tomadas, o estafamento provocado pelos abalos emocional, espiritual, psicológico que se afloram a cada dia sobre a nossa capacidade humana por situações desconhecidas e que precisamos vive-las e tantos tantos outros fatores inexplicáveis e incógnitas; que não há possibilidade de defini-los - Conforme o dito popular: "A vida é uma caixinha de surpresas, algumas boas outras ruins."
Quando uma vida independentemente dos seus dias ou anos de existência cumpriu seu ciclo vivente e junto com ele a sua fadiga determinada pelo bom Deus e Pai de todos nós. Então, é o momento do descanso. Mas processar isto é bem complicado, pois não esperamos dar descansos aos nossos Filhotes, antes que o nosso aconteça. O descanso virá para todos sem exceção. O DIVISOR DE ÁGUAS fará a divisão em algum momento desconhecido por nós. Ele fará a saída da dimensão terrena para entrada da dimensão celestial.
REFLEXÃO MÁRCIA SANTOS - Mas, até lá é preciso viver os nossos dias, buscando a força e a capacidade que emana do nosso Deus. Sem, Ele é muito difícil, pois sabemos que nada mais será como antes. Nada mais será cem por cento de alegria e contentamento. Porém, a fé precisa dar a existência de Deus em nossas vidas e fazer do nosso coração a sua morada.
Não é fácil e nunca será para ninguém, por causa das rupturas algumas temporárias, outras continuas. Entretanto é preciso fazer pelo fato de queremos de uma certa forma descansar ao lado dos nossos Filhotes. 
Isto, é o desejo ardente de nossos corações enlutados; "o de estarmos com eles para todo o sempre".
Vivemos muitos momentos felizes ao lado dos nossos Filhotes. Isto nos pertencem, ninguém poderá tirar de nós. E estas lembranças é tudo que precisamos para seguir em frente acreditando no GRANDE REENCONTRO.
E o melhor de tudo, que nesta dimensão celestial os momentos que viveremos ao lado dos nossos Filhotes serão melhores, muito melhores do que os que foram vividos na dimensão terrena. 
Não há comparação. Dentro de mim tenho absoluta certeza que será de um prazer extremo e inigualável - E por mais, que for árdua e fadigada a nossa caminhada para chegarmos ao descanso  - valerá a pena.
"O Senhor te abençoe e te guarde; faça resplandecer o seu rosto sobre ti e te conceda graça; o Senhor volte para ti o seu rosto e te dê paz hoje e sempre"- Números  6:24 ao 26
ABRAÇOS FRATERNOS AOS SEGUIDORES E LEITORES EM ESPECIAL AOS PAIS ENLUTADOS DE MÁRCIA SANTOS E FAMÍLIA.

MÃES E FILHOS ELO ETERNO

Loading...

CONTATOS FEITOS POR:

Telefones: (011) 5928-7080 ou (011) 98939-3955
Email: marushasantos@uol.com.br