O ELO MATERNO

O Elo Materno é a Ligação mais profunda e amorosa entre todos os elos existentes. Por isso a dor e a saudade da ausência do(a) Filho(a) que partiu doe e machuca o coração de uma mãe. Este Elo foi quebrado e como emenda-lo?
Quando nossos Filhos se vão, como continuar viver a vida? Quanto tempo precisamos para nos fortalecer? Dor e saudade será que poderemos supera-las? Existem outras pessoas que dependem de nós? O que mudou em nós? São perguntas que precisam de respostas, e só o tempo nos dará...

PESQUISAR NESTE BLOG

sábado, 20 de setembro de 2014

A DOR DO CORAÇÃO

20 DE SETEMBRO DE 2014 - Não sei o que esta acontecendo ultimamente, as vezes tenho a sensação que os dias estão passando tão rápido que quando percebo já está completando mais um mês sem a tua presença em minha vida. Agora são exatamente quarenta e seis meses, e muitas vezes tenho outra sensação que parece que foi ontem, tento esquecer, mas não consigo esquecer o dia 20 de novembro de 2010 que mudou a minha vida, mudou a minha família. A sua ausência entre nós foi o que mudou, porque você é o nosso Filhote Amado e o irmão Amado...Sempre será não importa o quanto tenhamos que viver sem a tua presença aqui na terra você ainda está presente em nossos corações.
Há dias em que eu te vejo exatamente assim, como esta foto, tão claro, tão nitidamente, posso sentir o teu cheiro, ouvir a tua voz. Tudo isto acontece dentro de mim ao fechar os meus olhos. Eu te materializo. Mas é completo, pois não consigo te abraçar e nem te beijar pois a materialização em meu subconsciente não é o suficiente para tanto. 
Lembranças de momentos que vivemos me tomam por completo e as lágrimas escorrem dos meus olhos, elas ainda não secaram dentro de mim, acredito que não secarão jamais, apenas terão espaços maiores entre um momento e outro.
Dias como estes; são tão cruéis, eu ainda não me acostumei, acho ser impossível acostumar ou se habituar com algo que te machuca tão profundamente e intensamente - É muito mais fácil se habituar com o que traz alegria e te faz feliz.
Nestes momentos eu sei que Deus toma conta de mim, posso sentir seus cuidados. Deste a tua partida aconteceram tantas coisas que eu nem se quer imaginava que algum dia poderia estar vivendo, costumo dizer que é a RESTITUIÇÃO. Sabe Filhote ela poderia ser diferente, a forma que eu almejo é bem diferente desta que eu estou vivendo. Porém o que eu almejo dentro do meu coração, quando for concluído, estarei completa com a minha entrada no Reino de Deus Pai, eu poderei de abraçar e beijar milhares de vezes para compensar todos os dias que eu vivi desejando estes afetos.
A DOR DO CORAÇÃO - O tórax, o peito, é formado por um bom número de órgãos e tecidos que podem se manifestar por sensações dolorosas. Entre as dores mais temidas, estão as chamadas dores do coração por nutrir tantos sentimentos. A pergunta é: Como este órgão muscular oco que bombeia o sangue de forma que circule no corpo e produz um hormônio denominado de Peptídeo natriurético atrial pode sentir tantos sentimentos nobres que são bons e outros ruins que não possuem nobreza alguma? Como pode sofrer tanto por amar alguém? Há sentimentos que comprimem o nosso coração, que nos levar pensar que iremos parar de respirar a qualquer momento. Como pode bater descompassadamente ao nossos sentimentos? 
Então, todos os nossos sentimentos preenchem este órgão muscular oco. Mas ele não define o que somos, apenas define o que sentimos e da forma que sentimentos em determinadas situações que vivemos a qual a vida nos impulsiona. Será que o coração humano é capaz de suportar tanta dor, saudade e tristeza sem que fique sobrecarregado de sentimentos dolorosos? Quando tudo aconteceu foi o meu coração, o primeiro que se abalou, ele sentia o que eu não queria acreditar e que nunca havia imaginado, iniciando o pior pesadelo em minha vida o qual parece que nunca serei despertada.
São quarenta e seis meses de ausência física do meu Filhote e de extrema saudade... Meu Deus! só em Ti encontro o Bálsamo que acalenta o meu coração, não tenho outra explicação que seja esta. Deus é conhecedor de nossas dores e sentimentos, pois foi Ele quem passou primeiro por tudo, antes que cada Mãe ou Pai enlutados pelos seus Filhotes passassem. Ele enviou Jesus seu Filho Amado a terra numa missão de Amor. Ele esteve separado do seu Filho Jesus num tempo que levou trinta e três anos, com tudo o seu Espírito estava sobre Ele, até que Jesus voltou para junto de seu Pai e se encontra assentado a direita de Deus Pai.
Nossos Filhotes foram tomados por Deus e estamos separados fisicamente, mas não no sentimento, jamais em tempo algum seremos separados pelos sentimentos e principalmente pela excelência do Amor, que só o coração e capaz de sentir, sem se deixar sufocar pela dor.
A dor não consegue eliminar o nosso Amor, pelo contrário, ela na sua esmagadora e estranha força da qual consegui impedir a nossa respiração momentaneamente em que as lágrimas escorrem dos nossos olhos expressando a realidade de um vazio em nossas vidas por que falta alguém que amamos e que não podemos ter conosco de todas as formas que o coração de uma Mãe ou de um Pai é capaz de desejar e querer sentir. Neste momento obscuro e de frustração interna, somos tomados por sentimentos inúmeros que nos envolvem de uma forma tão intensa e intima da qual não conseguimos sair a não se clamar a Deus com pouca forças que nos resta: "Deus, me ajuda; Pai Amado e querido socorre-me, pois necessito de Ti". Quantas foram as vezes e quantas mais eu terei que clamar? E, neste momento somente Deus me envolve com a Sua Presença Divina e Majestosa, me fortalecendo para que possa ter forças para continuar. Sim continuar até que um dia determinado por Ele, eu venha ser tomada e com Ele ficar.
REFLEXÃO MÁRCIA SANTOS - Sabe, neste momento quando Deus acalenta meu coração condoído, saudoso por meu Filhote, de alguma forma Deus me consegui passar Sua energia, que me interioriza, é tão clara e nítida a sua voz dizendo assim: "Filha minha, é só uma breve separação física, nada mais, Mateus está bem, e Eu preciso que você fique bem. Não te desespere em tua dor, em tua saudade e nem pela ausência, pois mesmo que separados em mundos diferentes, vocês Mãe e Filho estão sempre juntos, o Mateus está contigo em todos os momentos, creia nisto, pois ele vive tão intensamente ao meu lado como vive em teu coração". Não sei como isto me acalma e me fortalece,  me deixando bem, consigo avançar, vivendo momentos não plenos, mas satisfatórios até o próximo momento obscuro (...) Talvez chegue o dia em que não mais me desesperarei e somente continuarei amando o meu Filhote, com todo a força do meu Amor por ele.
Hoje compartilho com você a música; Veja, do cantor; Raul Seixas, retrata uma verdade quando acreditamos que tudo está perdido e que não há mais vitórias para serem vividas. A nossa grande vitória ainda está por vim, e com toda certeza não viveremos ela nesta mundo, e sim, no mundo vindouro ao lado de Deus Pai e dos nossos Filhotes Amados.
Veja
Não diga que a canção está perdida, 
Tenha fé em Deus, tenha fé na vida
Tente outra vez

Beba
Pois a água viva ainda está na fonte
Você tem dois pés para cruzar a ponte
Nada acabou, não não não não

Tente
Levante sua mão sedenta e recomece a andar
Não pense que a cabeça aguenta se você parar, não não não não

Há uma voz que canta,
uma voz que dança,

uma voz que gira
Bailando no ar

Queira
Basta ser sincero e desejar profundo
Você será capaz de sacudir o mundo, vai
Tente outra vez

Tente
E não diga que a vitória está perdida
Se é de batalhas que se vive a vida
Tente outra vez
"O Senhor te abençoe e te guarde; faça resplandecer o seu rosto sobre ti e te conceda graça; o Senhor volte para ti o seu rosto e te dê paz hoje e sempre"- Números  6:24 ao 26
ABRAÇOS FRATERNOS AOS SEGUIDORES E LEITORES EM ESPECIAL AOS PAIS ENLUTADOS DE MÁRCIA SANTOS E FAMÍLIA.



MÃES E FILHOS ELO ETERNO

Loading...

CONTATOS FEITOS POR:

Telefones: (011) 5928-7080 ou (011) 98939-3955
Email: marushasantos@uol.com.br