O ELO MATERNO

O Elo Materno é a Ligação mais profunda e amorosa entre todos os elos existentes. Por isso a dor e a saudade da ausência do(a) Filho(a) que partiu doe e machuca o coração de uma mãe. Este Elo foi quebrado e como emenda-lo?
Quando nossos Filhos se vão, como continuar viver a vida? Quanto tempo precisamos para nos fortalecer? Dor e saudade será que poderemos supera-las? Existem outras pessoas que dependem de nós? O que mudou em nós? São perguntas que precisam de respostas, e só o tempo nos dará...

PESQUISAR NESTE BLOG

quinta-feira, 23 de maio de 2013

MUNDANÇA

23 DE MAIO DE 2013 - Aos 30 meses da partida do meu Filhote, onde as vezes parece que o tempo passou rápido demais quanto alguém pergunta: "quanto tempo faz?", e eu respondo o tempo que se faz, as pessoas exclamam: "nossa como o tempo passa!". Eu penso comigo mesma porque será que não passa para mim, sei que estou me distanciado de um tempo onde eu era feliz por completo, entrei no tempo de dor, luto e saudade involuntariamente, porque se eu pudesse escolher jamais em tempo algum viveria este momento. 
Quando ouço pessoas dizerem que: "Deus quis assim, porque Ele sabe de todas as coisas." Então começo a questionar: O que de pior poderia acontecer com a minha família? O que aconteceria com o meu Filho no futuro vindouro? Será que algo pior seria cometido a minha família? Qual seria o destino mais trágico do meu Filhote neste mundo?  E por ai vai (...) Como Mãe não consigo imaginar outra situação do que esta, que estou vivendo, é muito difícil, não é nada fácil, e no meu conceito sobre o luto, esta é a pior das experiências que um ser um humano pode ter em sua vida. Vive-la é cruciante demais. 
A saudade que sentimos todos os dias, a falta que o(a) Filho(a) Amado(a) nos faz em cada momento, as lembranças que temos dentro de nós de tudo que foi vivido ao lado deles, elas nos levam muitas vezes as lágrimas que escorrem dos nossos olhos sem que possamos impedi-las - não há controle, não somos capazes de controlar o amor que existe tão forte dentro de nos, ainda que o tempo passe, e com certeza ele irá passar, pois seguirá seu curso sobre nós, nunca deixaremos de ama-los por toda a nossa vida., enquanto respirarmos, iremos falar, pensar e imaginar; "Eles fazem falta em todos os momentos que vivemos. São Eles que poderiam completar a nossa alegria se conosco estivessem. Eles por si só enchiam e fariam a grande diferença que tantas vezes fizeram em nossas vidas e que agora parte está vazia. Eles são partes de nós, que existem em um novo mundo. Eles, sempre Eles e serão sempre Eles, o tempo todo são Eles; OS NOSSOS FILHOS AUSENTES."
MUDANÇA - É uma transformação que se pressupõe uma alteração de um estado, modelo ou situação anterior, para um estado, modelo ou situação futuros, por diversas razões inesperadas e incontroláveis, ou por razões planejadas e premeditadas. Sim todo ser está sujeito as mudanças. Mudar envolve, necessariamente, capacidade de compreensão e adoção de práticas que concretizem o desejo de transformação, ainda que seja involuntário. Isto é, para que a mudança aconteça, as pessoas precisam estar sensibilizadas por ela. 
Perceber a dinâmica das mudanças é uma necessidade. Viver atualizado é uma questão de sobrevivência e uma maneira de visualizar melhor o futuro, já que os novos tempos exigem uma nova postura de pensamento e aceitação. Existe um mundo que está acabando e outro que está começando e algumas pessoas naturalmente costumam e outras são forçadas lidar com isso de maneira defensiva, com temor e rejeição na maioria adas vezes - É aqui que eu e muitas MÃES e PAIS ENLUTADOS nos encontramos.
Vivíamos num mundo que apesar das dificuldades encontradas no nosso cotidiano ao lado dos nossos FILHOTES eramos completamente felizes. Hoje vivemos em um mundo onde as dificuldades aparentemente são menores por causa do luto que vivemos, temos momentos prazerosos, de alegrias, de realizações, de contentamento que até conseguimos estampar um sorriso nos lábios, podemos até ser felizes em determinados momentos, mais nunca completos (...) Mesmo as pessoas mais esclarecidas e atualizadas revelam-se surpresas com as mudanças sociais, políticas, econômicas, tecnológicas, culturais, ecológicas, etc, que acontecem ao longo da vida. Essas transformações fazem com que a vida não seja um caminho linear em que as pessoas percorram livres e desimpedidas, mas que precisam acompanhar o desenvolvimento mundial.
E, nesta transição chamada MUDANÇA que vivemos - "Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças" - Eu confesso, que ao perceber que a minha vida continuava sem a presença do meu Teteu, foi muito difícil, quase impossível de desfazer do seu quarto e dos seus pertences no primeiro momento. Mais, esta chegando este momento, estamos de mudança... 
PREPARANDO PARA A MUDANÇA - Chegou o momento de começar encaixotar as coisas. Durante 10 dias fui desorganizando tudo e organizando em caixas, denominando os conteúdos entre uma e outra, coloca aqui, escreve acolá, fecha daqui, põe ali ou aqui e vamos que vamos pois não podemos parar. Não tinha sentido começar pela cozinha; mas comecei pela cozinha, passando pela sala e depois os quartos (...) Então. quando cheguei no quarto do Teteu, travou tudo - um bloqueio,  um impacto onde tudo era decisivo para mim.
Deste o ocorrido eu não tinha trocando as roupas de cama, apesar do amarelão e da poeira deixada pelo tempo, eu sempre tirava o pó, seus pertences estavam intactos, ninguém ousava mexer e suas roupas de uso pessoal todas estavam impecavelmente em seus lugares dentro do guarda roupa e gavetas...
Ao abrir o guarda roupa e começar mexer tirando-as  dos cabides, abrindo e fechando as gavetas (...) remexendo em tudo, livros, cadernos, cds de músicas e games enfim, tudo que estava guardando as sete chaves. Dentro de mim eu tinha que aceitar que estava tirando tudo definitivamente e que não mais haveria o meu Teteu s2 para colocar tudo em sua ordem conforme o seu querer, havia tantas coisas, tantas lembranças que mexeram na minha ferida que a fizeram sangrar, as lágrimas desceram dos meus olhos sem que eu pudesse impedi-las, pois tive a sensação de ver partir pela segunda vez o meu Filhote e desta vez sem deixar vestígios de sua existência. Então, eu percebi que a ferida não estava cicatrizada, e sim superficialmente.
O quarto do meu Filhote, que por 31 meses não tive forças para desfaze-lo, e que agora era chegada a hora, nisto, eu não sei o que mais me doía; se era desfaze-lo, tirando os seu pertences ou mudar de casa sem a sua presença. Confesso que não sei o que dizer o que de fato me doía, ambas as situações iam se afunilando dentro de mim, misturando todos os sentimentos e emoções de uma só vez ...
Não foi fácil e tenho a certeza que não é fácil pra nenhuma Mãe desfazer dos pertences do(a) seu(ua) Filho(a) e, por mais que retardamos ou alongamos por falta de forças, este dia chegará, um hora teremos que nos confrontar com o que não queremos fazer, mas se faz necessário, por causa de muitos fatores que interligam esta situação, no meu caso a "mudança", quando tudo foi feito minha irmã Maristela a quem chamamos de (Tela) me disse; "parabéns mana pela sua força e coragem deixa que agora eu lavo as roupas de cama do Teteu. O fato dela me dar parabéns pela minha ação soou como algo que todos estavam esperando acontecer, menos eu. Não sei se estava me polpando, mas sei que foi a hora decisiva para mim.
25 MAIO DE 2013 - Enfim havia terminado de encaixotar tudo, chegou o dia, o caminho estacionou, e logo começaram carregar as caixas. O caminhão ia se enchendo e casa se esvaziando. Quando terminou o carregamento, o caminhão deu a partida e seguiu para um novo rumo ( bairro e casa) onde a minha história iria continuar, porém em uma nova página. 
Ao me despedir da casa, olhei para todos os cantos, parte da história da vida do meu Filhote foi escrita ali, agradeci à Deus por todos os momentos que vivemos e fechei a porta, como se estivesse fechado o livro sobre a vida do meu Filhote. Depois fui até a Igreja, novamente fiz minha oração de agradecimento por todos os momentos que sentimos a Presença e o Mover de Deus sobre nossas vidas...
Fui em direção ao meu carro, comigo estava minha irmã Tela, minha Filhota KeKel, a coleção de mini carrinhos e dos bonequinhos de jogadores da seleção brasileira da copa de 1998, que o Teteu durante o seu tempo de vida guardou com tanto carinho (...) no carro do meu esposo a bandeira dos santos time que o meu Filhote aprendeu amar e a torcer, tornou-se um torcedor convicto. Em meu coração eu sabia que não importaria quantas vezes teria que mudar de casa, bairro, região, cidade, estado ou até mesmo país, não importa para onde, Deus irá me levar, a mim foi negado o direito de escolher. Só sei que de agora em diante as lembranças do meu Filhote estarão sempre comigo e serei sempre uma Mãe(mulher) que carregará a cicatriz de uma ferida que poderá sangrar a qualquer momento.


REFLEXÃO - Por mais que seja cruel e dura realidade, mas estas são algumas palavras ditas pela escritora - Zíbia Gasparetto; "A vida precisa ser renovada. A partida (morte) é a mudança que estabelece a renovação. Quando alguém parte, muitas coisas se modificam na estrutura dos que ficam e, sendo uma lei natural para o ciclo da vida do ser humano, ela é sempre um bem, muito embora as pessoas não queiram aceitar isso. Nada é mais inútil e machuca mais do que a revolta.
Lembre-se de que nós não temos nenhum poder sobre a vida ou a morte de nenhum ser humano ou melhor de um ente querido. Ela é irremediável. A morte não é o fim, pelo contrário. É apenas o começo de uma vida Eterna. A separação é temporária. Deixe-a seguir adiante e permita-se viver em paz." 
Encerro está postagem esta postagem, com este Louvor - "O Vento de Deus" do cantor - Kleber lucas:
O vento de Deus sopra onde quer,
Não sabemos de onde vem
O vento de Deus sopra onde quer,
Não sabemos pra onde vai.
Assim é aquele que é nascido de Deus
Assim é aquele que é nascido do Pai. 
Vai nas Asas do Espírito, submisso ao seu mover,
Confiando seus caminhos Ao que tem todo poder
Sopra Senhor, sobre nós o Teu espírito, a Tua unção
Queremos Senhor
Ser guiados pelo Espírito de todo coração
Obs:  Click no rodapé do blog para pausar musica Angel - Cantora Sarah Mclachlan


Sei que o Vento de Deus me levará para onde Ele quer, sei que virá sobre a minha vida algum dia e me levará ao encontro do meu Filhote, mas até lá, eu terei que esperar e me adaptar as mudanças que acontecerão em minha vida.

ABRAÇOS FRATERNOS DE MÁRCIA SANTOS AOS LEITORES, SEGUIDORES E AOS PAIS ENLUTADOS DO BLOG MÃES E FILHOS ELO ETERNO.


MÃES E FILHOS ELO ETERNO

Loading...

CONTATOS FEITOS POR:

Telefones: (011) 5928-7080 ou (011) 98939-3955
Email: marushasantos@uol.com.br