O ELO MATERNO

O Elo Materno é a Ligação mais profunda e amorosa entre todos os elos existentes. Por isso a dor e a saudade da ausência do(a) Filho(a) que partiu doe e machuca o coração de uma mãe. Este Elo foi quebrado e como emenda-lo?
Quando nossos Filhos se vão, como continuar viver a vida? Quanto tempo precisamos para nos fortalecer? Dor e saudade será que poderemos supera-las? Existem outras pessoas que dependem de nós? O que mudou em nós? São perguntas que precisam de respostas, e só o tempo nos dará...

PESQUISAR NESTE BLOG

quinta-feira, 21 de abril de 2011

A VIDA NOS SURPREENDE (Dose Dupla) - SOBREVIVÊNCIA

Dia 20 de Abril, hoje completa cinco meses deste que o Mateus partirá, acordei me sentindo vazia, oca, parecia anestesiada, estava com os pensamentos em meu Filho, quando olhei para a foto de minha Mãe e percebi que nesta mesma data estava completando seis anos da sua partida, ela partiu decorrente uma cirurgia para retirada de um tumor maligno chamado angiomioma, localizado entre cabeça e pescoço (nuca).
Minha Doce e Amada Mãe Carmem
No  dia 19 de Abril de 2005 fui visita-la na UTI, do Hospital das Clinicas,  estava entubada e com vários aparelhos, completamente inchada, os médicos que acompanhavam já havia nos comunicando sobre o seu rim que estava quase parando, até que naquele dia, eu olhei para minha mãe, vendo a sua fragilidade naquela cama, segurei a sua mão direita, me aproximei do seu ouvido, fechei meus olhos e comecei a orar ao mesmo tempo que dizia para ela o quanto ela era importante para nós, que todos a amava e desejava que voltasse para nós, seja qual fosse a sua decisão nós iríamos respeitar e continuar a ama-la para sempre em nossos corações, orei à Deus dizendo que havia orando para a recuperação da minha mãe todos os dias deste que foi internada para cirurgia, mas que desta vez seria feita a sua vontade e não minha, porque Ele conhecia o desejo do coração da minha mãe. Beijei minha mãe na face, disse a ela: "FIQUE EM PAZ MINHA MÃEZINHA QUERIDA", ela apertou minha mão forte depois foi relaxando até que soltou minha mão embora a minha mão ainda esta segurando a dela, como que aliviada por algo que a incomodava, respirou por três vezes , no último seu semblante já não estava mostrando dor,  logo os aparelhos não deram sinal começando apitar, entraram no quarto as enfermeiras informando que a visita havia acabado, pedindo para que retirasse, passando por mim com uma mesinha com pé de rodinha cheia de outros aparelhos para tentar reanimar a minha mãe. Dentro de mim eu sabia que ela partira, e que, nada mais poderia ser feito.
No dia 20 de Abril de 2005  exatamente  meio dia e dez minutos, o Hospital das Clinicas entrou em contado com a minha família e informou que minha mãe havia partido,  eles tentaram reanima-la, ela não reagiu, desligaram os aparelhos no dia 20 de Abril  de 2005 às onze horas da manhã. Pelo Laudo Choque Séptico. Minha mãe foi sepultada no dia 21 de Abril de 2005 no Cemitério VALE DA PAZ.
Minha Mãe, a Kekel e o Teteu

Minha mãe não teve filhos homens , quando fiquei grávida pensamos que fosse uma menina e chamávamos de Raquel, minha mãe sempre dizia que era menino, e foi , veio nosso Amado Mateus para alegria da minha mãe, o seu primeiro neto homem. A Raquel veio depois de quase seis anos  Deste então ela sempre esteve presente na vida do Mateus em todos os aniversários , enchia-o de presentes, nesta época morávamos em Tupã e ela vinha quase sempre ver o neto tão Amado por ela. Quando ocorreu voltei para casa, o Mateus estava com onze  anos e seis meses, disse a ele que a vovó havia partido para estar ao lado do Papai do Céu, que nós não iríamos ter-la por perto, somente no coração. Lembro -me que ele me abraçou e falou: "QUERO IR COM ELA MAMÃE, GOSTO MUITO DA MINHA VOVÓ", eu disse que um dia ele iria para perto dela, mais teria que esperar, dei-lhe um beijo na sua testa e abracei bem forte. Como a vida nos surpreende! 
                                  
         O TEMPO PASSOU E VIDA SURPREENDEU
Esta foto foi tirada em Penápolis interior de São Paulo onde moramos por dois anos, minha mãe e o Teteu, quanto ele completou 3 anos de idade, minha mãe estava como uma avó coruja pelo neto amado, no dia 26 de outubro de 1996.

Após cinco anos e seis meses da partida da minha mãe, na data do dia 20 de Novembro de 2010 meu filhote Mateus (Teteu) partiu para se encontrar com a sua querida vovó. Como a vida é impressionante, eu estava confortando o meu filhote pela partida da vovó, sem saber que ao mesmo tempo estava dizendo que ele iria encontra-la, só não sabia que seria cedo demais, são cinco meses de saudade, de dor que parece que não tem fim. 
As lembranças do dia 20 de Novembro, tudo o que Mateus fez, o que ele curtiu e viveu ao lado dos familiares. Fiquei pensando no jogo de vôlei, cada ponto que fazíamos ele dava um sorriso, as vezes tocávamos as mãos, quando o ponto era do adversário ela falava: "Suave Mãe”, eu, ele e a doce Raquel jogamos juntos, estávamos juntos pela última vez. 

              AH! SE EU PUDESSE VOLTAR NO TEMPO

Ah! Meu Deus se eu pudesse voltar atrás...
Teria lhe dito várias vezes sem cansar:
"Eu te amo meu Filhote"
Não teria feito nada além de te abraçar, te beijar e aproveitar cada segundo, sem tirar os olhos de você... 
  Se tivessem me avisado que era a última vez,
  Eu poderia implorar pra que você ficasse mais um pouco comigo, para ti acariciar, ti mimar
  Explicar que mais um pouco seria muito pouco, e que por menos que fosse já seria muito para mim... 
  Se eu soubesse, ah, se eu soubesse!  
  Te falaria mil coisas para que pudéssemos rir juntos.
   E quando você estivesse indo
Eu te chamaria de volta, só pra dizer mais uma vez 
"EU TE AMO MEU FILHOTE"  
 
Obrigada por tudo Mateus, pelos anos vividos ao teu lado.....
   Vai com os Anjos, meu Anjo Amigo e Querido
    Até um dia.............Meu Filhote


 HOJE MINHA DOCE MÃE ESTA COM SEU QUERIDO NETO MATEUS EM SEUS BRAÇOS
Esta foto foi tirada em Tupã, no dia 03 de Novembro de 1993.
 Mateus nasceu em Tupã, nesta época minha mãe veio ficar conosco. 
O Mateus estava com 8 dias de nascido. 
Minha mãe estava feliz e orgulhosa com o neto em seus braços, há 17 anos atrás. 
Mateus dormia tranqüilo e seguro em seus braços.

                                   

REALIDADE DE VIDA - Tudo que eu vivi ao lado do meu Filhote, todos os nossos momentos, todas as nossas alegrias, todas as nossas emoções, tudo que descobrimos juntos, tudo que fizemos juntos, enfim tudo que foi nos permitido viver.
Teteu, Eu & Kekel
Agora para mim só restaram as doces lembranças vividas em cada data comemorativa, ao lado do meu Filhote Amado Mateus e da minha Filhota Raquel. Será que algum dia estas datas voltarão ter algum valor ou sentido para mim?
As vezes somos felizes e não percebermos, porque queremos sempre mais, e esperamos mais de nós mesmos e das  pessoas que convivemos .
Tem um ditado popular que diz "o ser humano só dar valor quando perdi", isto para mim não é mais um ditado e sim uma verdade em minha vida.
Poderia ter dado mais valor aos momentos que passei ao lado dos meus filhos, mais em vez disso, tratei como se fosse mais um dia feliz, mais um dia ao lado deles.
O tempo não volta atrás, e não podemos resgatar o que já passou, só podemos olhar para frente e tentar aproveitar  com mais intensidade os momentos que a vida nos concede para vivermos.
Deste do dia 20 de Abril de 2011, eu estou muito saudosa, no ano de 2010 fomos comprar ovos de páscoa não tinha o Crounch, mas o Mateus aceitou trazer para casa o Chica Bom de chocolate preto, e ainda levou dois dias para come-lo até que eu perguntei; se ele iria deixar o ovo chocar, ele falou rindo: "He mãe, você hein"... Saudades...





                                   
SOBREVIVÊNCIA - A cada minuto, hora, dia, semana, mês, anos e  até décadas de nossa vida  estaremos gritando dentro de nós.  Como superar as adversidades da nossa vida, como reverter a  situação  da dor, da saudade, da tristeza do nosso filho que partiu prematuramente de nossa vida, como superar o impossível, se estamos tão frágeis. 
Houve uma mudança repentina no percurso de nossa vida, o tempo não da trégua para o nosso coração aumentando sem parar os nossos sentimentos pelos nossos filhos amados. 
As vezes parece que estamos sozinhos, que o nosso Deus nos abandonou a deriva, em nossa dor tamanha que perdemos a noção do que estar em nossa volta, embora Ele nos garante que não nos esqueceu e nunca nos esquecerá: "Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria , que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti"- Isaías 49;15. Então eu deduzo, o  pouco que conseguimos fazer ainda que seja pouco estar na Força e no Poder do Senhor Deus e não na nossa força humana. 
Deus estar agindo em nossa vida, devido a nossa dor tão gigantesca, não conseguimos perceber a Presença dEle nos sustentando a cada minuto, hora, dia, mês, anos e até décadas de nossa vida. Ele será o nosso Amparo em todo tempo, familiares e amigos  estarão ao  nosso  lado temporariamente. Mas Deus estará para sempre em nossas vidas, ainda que não conseguimos sentir o seu agir em nossas vidas.
            
    DOR, SAUDADE E TRISTEZA SEM FIM  
“ Filho Amado quando você foi embora fez-se noite em meu viver “Me senti frágil , impotente"
Olhei para o céu e não vi a luz
Procurei a terra e não senti o chão.
Um misto de medo e horror
Numa linguagem diferente declarei o meu amor 
Foram dias e noites em busca de explicações, justificativas.
Caminhei sozinha.
Seu retrato estampado em minha mente e o boletim de ocorrência na bolsa
Parecia um conto sem ponto final.
Todas as noites arrumo seu quarto,
Deito na sua cama e penso em você.
Ouço a sua voz, como de costume “mãe, cheguei”
Abro o seu armário , visto sua roupa e sinto o seu perfume.
Nem sempre choro, mas no silêncio do meu grito muitas vezes desejei partir.
Não é fácil esta espera.
Talvez um ano, muitos anos, uma década
Quando te encontrarei de novo?
Não tenho certeza de nada.
Só desta dor que não tem fim, da saudade que tira as minhas forças.
Filho, não tem palavras para o que aconteceu
Todos os dias de minha vida direi:
"Teteu  volta pra casa, pra gente ser feliz de novo".

                     ORAÇÃO DO PODER
Compartilho esta oração do Poder de Deus com o enlutados para nossa vida se fortalecer na Força do Senhor.
Deus, Senhor de toda a força e poder, dá - me hoje a Segurança do Teu amor e a certeza de que estás comigo.
Peço-Te ajuda e Proteção nesta hora tão difícil de minha vida.
Preciso de Tua assistência, do Teu Amor e de Tua Misericórdia.
Tira de mim a dor da saudade pela ausência física do meu Filho Amado. 
Tira a tristeza que abate o meu coração.
Dar-me explicação ao meu espírito abatido, com a luz que iluminou o Teu Divino Filho Jesus Cristo, aqui na terra.
Que eu possa perceber toda a grandeza de Tua Presença em mim
Sopra o Teu Espírito dentro de mim, para que eu me sinta o Teu mover
Hora por hora, minuto por minuto sobre a minha vida.
Que eu sinta o Teu Espírito e Tua Voz dentro de mim e ao meu redor.
Em minhas decisões e no decorrer deste vida, que eu sinta o Teu maravilhoso poder pela oração e com este poder.
Espero pelos milagres que podes realizar em favor dos meus problemas.
Não me deixe, levanta meu espírito, quando me encontrar abatido.
Entrego - te neste dia a minha vida e a da minha família.
Livra-me de minhas moléstias ainda que seja por milagre,
Obrigado meu Mestre, meu Senhor, meu Irmão e meu Amigo.
Sei que vais me derramar do seu Amor sobre minha vida
É o que eu tanto preciso e desejo em Nome do Pai, Filho e Espírito Santo
Amém!!!
Compartilho com as mães e pais enlutados  este louvor para  acalmar a dor  do nosso coração e agonia da saudade pelos nossos Filhos Amados
                           Música: CUBRA - ME ABRAÇA - ME       Cantora: Aline

             ABRAÇOS FRATERNOS DE MÁRCIA SANTOS AOS PAIS ENLUTADOS


Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONTATOS FEITOS POR:

Telefones: (011) 5928-7080 ou (011) 98939-3955
Email: marushasantos@uol.com.br